Educa

Bombardeio da 2ª Guerra foi sentido nos limites do espaço sideral

Os pesquisadores, no entanto, não sabem dizer o impacto dessas explosões nas comunicações por rádio na 2ª Guerra

Bombardeios lançados pelas Forças Aliadas durante a 2ª Guerra Mundial foram tão intensos que chegaram a ser sentidos na alta atmosfera terrestre, já nos limites do espaço sideral. Estudo publicado nesta terça-feira, (25), na revista da União Europeia de Geociências revela que o impacto foi registrado a mais de mil quilômetros, já nos confins da ionosfera.

O objetivo original da pesquisa era entender como fenômenos naturais vindos da Terra, como erupções vulcânicas e terremotos, afetavam a alta atmosfera do planeta. “As imagens de bairros inteiros devastados pelos ataques aéreos são uma forma de lembrar do poder destrutivo de explosões provocadas pelo homem”, afirmou, em nota oficial, o especialista em espaço e ciências atmosféricas, Chris Scott. “Mas o impacto dessas explosões nos limites da atmosfera nunca tinha sido percebido até agora.”

No novo estudo, os pesquisadores analisaram os registros diários das frequências de ondas coletadas entre 1943 e 1945 no Reino Unido e constataram que elas chegaram a mais de 300 quilômetros acima da superfície terrestre, na ionosfera. Atualmente se sabe que o que ocorre na camada mais externa da atmosfera é capaz de afetar tecnologias modernas, como comunicações por rádio, sistemas de GPS, telescópios e radares. Os pesquisadores, no entanto, não sabem dizer o impacto dessas explosões nas comunicações por rádio na 2.ª Guerra.

Veja mais no Hoje em Dia

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: