Educa

Ponte de Porto Nacional, no Tocantins, é interditada

Após vistoria nesta quinta-feira, o governador do Tocantins, Mauro Carlesse, determinou a interdição da ponte de Porto Nacional, por questão de segurança, até que técnicos da Agência Tocantinense de Transportes e Obras avaliem a situação do local.

Sobre possíveis impactos financeiros da medida no município de Porto Nacional, Carlesse disse que a prioridade é não colocar vidas em risco.

O governador também disse que os ajustes que estão sendo promovidos nas contas públicas são para viabilizar a captação de recursos para a construção de uma nova ponte.

A reportagem não conseguiu contato com a Prefeitura de Porto Nacional.

No último dia 29, o Ministério Público do Tocantins solicitou o cumprimento de uma decisão judicial que obriga o Governo do estado a adotar medidas para garantir a segurança dos usuários em razão das condições precárias da obra, construída há 41 anos.

Na ação, ajuizada em 2017, o MP argumentou que um laudo técnico de 2011 apontava que a ponte entraria em colapso em algum momento nos próximos 10 anos, ou seja, a partir de 2020, com aumento de 10% da probabilidade de ocorrência a cada ano.

EBC

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.