AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Manaus confirma os dois primeiros casos de sarampo deste ano

A Prefeitura de Manaus confirmou neste domingo (10) os dois primeiros casos de sarampo deste ano.

A primeira notificação foi realizada no final de janeiro e envolve um bebê menor de 1 ano.

O segundo caso está relacionado a uma criança de um ano e foi notificado no dia 1º de fevereiro.

O sarampo é uma doença infecciosa aguda, transmitida pela fala, tosse e espirro. Os sintomas aparecem de 10 a 14 dias após a exposição. Incluem tosse, coriza, olhos inflamados, dor de garganta, febre e irritação na pele. O tratamento é à base de antitérmicos, hidratação e, em alguns casos, suplementação de vitamina A.

Outros seis casos suspeitos estão sob investigação. Quatro deles em crianças menores de um ano e outros dois na faixa etária de 20 a 29 anos.

De acordo com o último Informe Epidemiológico de Monitoramento do Sarampo, divulgado no dia 1º de março, Manaus registra desde fevereiro do ano passado 7.255 casos confirmados da doença.

Um dos desafios no combate ao sarampo na cidade é a proteção de crianças que ainda não atingiram a faixa etária para completar o esquema vacinal. Elas estão mais vulneráveis, especialmente por conta do contato com adultos que não foram imunizados ao longo da vida.

A Secretaria Municipal de Saúde fez um apelo para que essas pessoas, especialmente pais e responsáveis de crianças com menos de seis meses, procurem imediatamente uma unidade de saúde para regularizar a caderneta de vacinação.

O Sistema Único de Saúde oferece gratuitamente a imunização contra o sarampo. A primeira dose da vacina é dada aos 12 meses de idade e, a segunda dose, entre os 15 e os 24 meses.

Quem não tiver sido imunizado nessa idade, pode tomar 1 dose da vacina em qualquer fase da vida, sem necessidade de reforço.

EBC

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: