Educa

Delegacia Especializada de Cuiabá atendeu 3 mil mulheres em 2018

Pesquisa mostra mapa da violência doméstica em Cuiabá. Cerca de 3 mil mulheres foram atendidas na Delegacia Especializada de Defesa da Mulher.

A Polícia Civil de Mato Grosso divulgou o Anuário de Atendimentos da Delegacia da Mulher em 2018. O estudo mostra que os casos de violência contra a mulher continuam sendo registrados em todas as regiões da cidade. O bairro Pedra 90 segue com o maior número de ocorrências.

Cerca de 1,7 mil medidas protetivas foram concedidas no ano passado pela Justiça.

Das medidas concedidas, 170 foram descumpridas pelos agressores. Apesar disso, de acordo com a polícia, nenhum caso de feminicídio foi registrado.

A delegada Jozirlethe Criveletto analisou os dados dos 3 mil atendimentos na delegacia e fala sobre o perfil das vítimas. “Nós chegamos à conclusão que ela está desempregada ou em condição de subemprego”, disse.

Os dados do Anuário de Atendimentos da Delegacia da Mulher, em Cuiabá, serão utilizados para a revisão de políticas públicas e ações nas casas de amparo e creches.

Em março, a delegacia realizou uma operação com 64 visitas domiciliares para apurar denúncias recebidas pelo Ligue 180.

Diariamente, a Patrulha Maria da Penha faz visitas a mulheres que possuem medida protetiva. O objetivo é impedir o acesso dos agressores às vítimas e combater o feminicídio.

EBC

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: