Educa

Projeto Protocolo Comunitário do Beira Amazonas avança

Educa

A Oficina Escola de Lutheria da Amazônia (OELA), junto a parceiros, realiza a Oficina 2 do Projeto Protocolo Comunitário do Beira Amazonas que aconteceu nesta sexta e sábado (3 e 4), na comunidade do Rio Bacaba.

O objetivo da Oficina 2 é levar os conceitos e as legislações nacionais e internacionais, ligados às comunidades tradicionais, referentes à Convenção da Diversidade Biológica (CDB), Protocolo de Nagoya, OIT 169, desenvolvimento sustentável, biodiversidade, conhecimento tradicional associado, agroecologia, entre outros.

Ação também leva os agentes públicos para apresentar as políticas e programas públicos voltados para comunidade para desenvolvê-la de maneira sustentável. As instituições presentes são SDR, Conab e Rurap.

O objetivo do projeto é unir as comunidades da região na construção de um protocolo que as empodere, proteja a biodiversidade e promova o desenvolvimento sustentável por meio do manejo de açaí, pescado, óleos e plantas medicinais.

As comunidades envolvidas são: Foz do Macacoari, Rio Bacaba, Igarapé Amazonas, Ipixuna Miranda, Croa da Pedreira, Uruá, São Tomé e Carapanatuba.

Atividades aconteceram em parceria com Imaflora, IEB e Ueap, com apoio institucional.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.