Formas de você lidar com a ansiedade

Educa

Controlar a ansiedade não é tão simples mas vale a pena tentar

Elen Ribera

Descubra como lidar com a ansiedade, assim, você evitará os efeitos danosos do estresse provocado por essa emoção.

Reduza sua ansiedade com estas dicas e avalie o que, de fato, traz aborrecimentos e culpa para você. Perceba o que provoca esse sentimento em seu dia a dia e tente encarar os acontecimentos. Lembre-se de respirar. Já é um ótimo começo.

1 Pratique esportes
Acrescente um pouco mais de exercício à sua vida. Segundo um estudo realizado pelas universidades de Bristol e Cardiff, homens que participam de esportes de alta intensidade, como corrida ou futebol, têm menos probabilidade de se sentirem deprimidos ou ansiosos do que os menos ativos.

Pesquisadores investigam se isso se deve às substâncias químicas produzidas no cérebro quando nos exercitamos. Ou ainda porque, ao participarmos de um esporte de ritmo acelerado, melhoramos nossa forma física. E isso faz com que nos tornemos mais atraentes, o que aumenta a autoestima.

2 Seja mais sincero
Cada vez que você conta uma mentira, os níveis de hormônio do estresse no seu organismo aumentam extraordinariamente; se isso acontecer de forma regular, com o tempo, poderá afetar não apenas a sua saúde mental, como também lhe causar danos físicos duradouros. Você pode achar isso surpreendente, mas pense em como um teste de polígrafo, o detector de mentiras, funciona. Ele detecta as mudanças na textura da pele e aumento na pressão arterial, nos batimentos cardíacos e na frequência respiratória que são desencadeados pelo constrangimento ou a ansiedade que se sente ao contar uma mentira.

De fato, a reação do corpo a todas as formas de ansiedade ou estresse costumam ser tão marcantes que está sendo elaborado um teste capaz de detectar os níveis de estresse de uma pessoa apenas monitorando o seu hálito.

3 Diminua o consumo de cafeína
Se você é do tipo propenso a preocupações e ansiedade, abra mão de bebidas que contenham grandes quantidades de cafeína, como café e refrigerantes à base de cola. Diminuir a quantidade ingerida já pode ajudar. A cafeína bloqueia a ação de uma substância química cerebral chamada adenosina, que ajuda a promover uma sensação de serenidade e calma.

Não é preciso beber grandes quantidades de café forte de uma só vez para provocar tal efeito. Um estudo demonstrou que beber o equivalente a 2 xícaras no decorrer de cinco horas pode deixá-lo tão trêmulo e ansioso quanto se você tomasse 2 xícaras seguidas.

4 Aprenda a controlar a respiração
Você talvez já tenha notado que, quando está preocupado com alguma coisa, seu coração dispara e muitas vezes você parece não conseguir encher suficientemente de ar os pulmões. Quanto mais se esforça para voltar ao normal, pior as coisas parecem ficar. Em tais situações, esqueça o velho truque do “respire dentro de um saco de papel” para se acalmar e ajudar a recuperar o fôlego. Em vez disso, experimente uma das seguintes táticas:

Deite-se no chão – em um local silencioso, se possível. Coloque uma das mãos no peito e pressione suavemente para limitar o sobe e desce, enquanto tenta respirar normalmente. Faça isso por pelo menos cinco minutos, o tempo todo usando a mão para controlar o ritmo respiratório. A sua meta é manter os movimentos do peito o mais reduzidos possível enquanto estimula outras partes do corpo, como o diafragma, a estabelecer o ritmo de sua inspiração e expiração.

Se conseguir, afaste-se da fonte de sua ansiedade. Tente se imaginar numa situação relaxante, como aconchegado no sofá, lendo um livro ou assistindo à televisão, ou tomando um banho morno. Pense em como você respiraria nessa circunstância. Permaneça concentrado nesse estilo tranquilo de respiração e logo vai começar a recuperar o fôlego e o controle.

Veja mais no site Seleções

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

INFORME SOCIAL - EVENTO DESTA SEGUNDA-FEIRA 18/11 NA ORLA DO PERPÉTUO SOCORRO