Transportes alternativos contribuem para sistema mais sustentável

Incentivar formas alternativas de deslocamento no espaço urbano e treinar motoristas para adotarem maneiras mais eficientes de conduzir veículos são algumas das medidas de curto prazo apontadas por especialistas para construir sistemas de transporte mais sustentáveis

Beatriz Roscoe

O setor de transportes e de mobilidade urbana enfrenta desafios no Brasil, desde o aumento exponencial da demanda por deslocamentos até a necessidade de redução de impactos ambientais provocados pelo consumo crescente de combustíveis fósseis. Por depender de políticas públicas integradas e coerentes, a solução completa desses problemas pode demandar tempo. No entanto, existem medidas simples que não dependem de grandes obras de infraestrutura ou de grandes investimentos.

A arquiteta e urbanista especializada em política de planejamento urbano Marília Hildebrand observa que, para solucionar de fato os problemas que o Brasil enfrenta no âmbito da mobilidade urbana é necessária uma compreensão bem mais heterogênea da questão. “O problema é muito profundo, pois é algo que vai muito além de soluções de infraestrutura. Também envolve política, economia, cultura”, explica. No entanto, existem medidas que podem beneficiar diretamente a vida dos cidadãos e contribuir para a melhoria da mobilidade urbana e a redução de impactos ambientais, acrescenta.

“Podemos falar de boas práticas de transporte que ajudem a melhorar o quadro geral”, afirma Marília. “Priorizar o conceito de urbanismo tático e de ruas completas, por exemplo, é algo necessário. Existem medidas simples de baixo custo, que colocam os cidadãos como protagonistas, privilegiam outras formas de deslocamento, além do carro, e geram uma experiência diferente para o usuário”, explica.

De acordo com a Mobilize, site especializado em mobilidade urbana, o conceito de ruas completas determina que as vias devem ser planejadas, projetadas, operadas e mantidas para permitir deslocamentos seguros, convenientes e confortáveis para todos os usuários, independentemente de idade, habilidades ou meio de transporte.

Veja mais no Correio Braziliense

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: