Educação: inclusão e intervenção precoce são tema de fórum em Macapá

Proporcionar formação em inclusão e intervenção precoce aos profissionais das equipes multidisciplinares, como professores, coordenadores pedagógicos do ensino da educação especial da rede municipal de ensino que atuam com crianças de 0 a 5 anos, com deficiências e transtorno de espectro autista ou altas habilidades de superdotação. É com este propósito que a Prefeitura de Macapá deu início, nesta segunda-feira, 26, ao I Fórum da Educação Infantil – Inclusão e Intervenção Precoce.

A abertura ocorreu no auditório do Sebrae. O fórum é voltado aos profissionais da educação infantil que trabalham com a primeira infância dos alunos do município de Macapá. Além disso, o evento preparará os educadores de formação continuada para atender as novas demandas da educação municipal.

“Queremos trabalhar este viés, porque a primeira infância é prioridade, é a fase de desenvolvimento maior do ser humano, temos que abordar, nos aprofundar. Nossa política de educação é inclusiva, porque trabalhamos na base. Hoje, temos 23 escolas participando deste encontro, que se estenderá nos próximos dias. Será enriquecedor termos nossos profissionais da educação aprendendo e levando este aprendizado aos nossos alunos”, explicou a secretária de Educação da capital, Sandra Casimiro.

O pesquisador português Vitor Franco, psicólogo, doutor em Psicologia Clínica, trabalha nas áreas de desenvolvimento, psicopatologia do desenvolvimento e psicoterapia com crianças. Ele é um dos responsáveis que irá capacitar os 370 professores da rede municipal urbana durante os cinco dias do fórum, em Macapá. Para o doutor, a intervenção precoce de crianças pequenas é aproveitar todo o potencial delas.

“No sentido mais geral, temos que cuidar bem das crianças e da construção do conhecimento de práticas inclusivas, tendo como ponto de partida o processo de comunicação. O conceito de Intervenção Precoce, atualmente utilizado em Portugal, envolve todos os recursos do contexto, centrando-se, de modo especial, na família enquanto meio fundamental da promoção do desenvolvimento e valorizando a sua dimensão de resposta integrada multidisciplinar”, explicou o professor Dr. Vitor Franco.

Nos demais dias, a programação inicia às 8h e será realizada no Centro Cultural Franco Amapaense, com palestras, workshops para professores de educação infantil e equipes multiprofissionais, além de reuniões internas entre educação, saúde e assistência social, para tratar da intervenção precoce na infância.

A professora Karen Ferreira disse que o fórum é um momento de grande aprendizado. “Estou chegando agora, entrei neste último concurso realizado pela Prefeitura de Macapá e já chego sendo capacitada da melhor forma, porque quero levar o melhor para os meus alunos, os meus pequeninos merecem o máximo de mim, e com conteúdo abro meus horizontes e posso expandir nosso método de ensino-aprendizagem”, ressaltou.

Lilian Monteiro

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: