Investigação do Ministério Público mira cúpula da ANTT

Os acusados são suspeitos de ter sido favorecidos com veículos, diárias em hotéis e jantares de luxo

Quatro integrantes da cúpula da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), autarquia federal responsável pela regulação das atividades de exploração da infraestrutura ferroviária e rodoviária, são alvos de uma investigação do Ministério Público Federal (MPF). Eles são suspeitos de agir em benefício próprio, manter relação promíscua com o mercado e perseguir desafetos.

A investigação dura cinco meses. Os procuradores começaram a apurar o caso após uma denúncia anônima, em abril. A ANTT tem até esta segunda-feira (16/09/2019) para prestar esclarecimentos ao MPF.

Veja mais no Metrópoles

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: