Conheça o melhor e mais saudável jeito de comer tomate

Educa

Poucos sabem da toxidade de uma substância presente no tomate e – menos ainda – da maneira mais segura de consumi-lo; veja dicas

Uma bela salada de tomate parece inofensiva, porém, está cheia de solanina, uma substância tóxica presente no fruto, na batata inglesa, na berinjela e também no pimentão. A preocupação com essa substância divide opiniões, mas há quem prefira evitá-la. É o caso da apresentadora Bela Gil, que desde quando começou a estudar nutrição natural passou a reduzir o consumo de tomate e fazer substituições.

Na alimentação macrobiótica, que se baseia em alimentos naturais com pouco ou nenhum processamento, o tomate também não tem vez. Assim, como a batata inglesa, a berinjela e o pimentão.

Tomate possui uma substância tóxica chamada solanina
Acontece que, se consumida em excesso por um longo prazo, a solanina pode causar efeitos adversos, como explica a nutricionista funcional Fernanda Lopes em uma publicação no Instagram.

“A solanina é um alcaloide tóxico que age como um mecanismo de defesa da planta contra predadores. Porém, para nós, o consumo excessivo de solanina pode causar efeitos adversos como diarreias, vômitos e problemas gastrointestinais. E dependendo do grau de intoxicação, pode haver perda de consciência, ansiedade, dificuldade de articular palavras, rigidez generalizada, espasmos nos dedos e, até mesmo, parada respiratória”, cita a nutricionista. É claro que isso acontece apenas em casos extremos.

A substância é especialmente prejudicial para pessoas sensíveis e com predisposição genética à inflamação do intestino ou das juntas.

O melhor jeito de consumir tomate
Mas, afinal, como consumir tomate de maneira mais segura? De acordo com Fernanda, não é necessário exclui-lo da dieta, já que há maneiras de reduzir a solanina presente. O cuidado começa na escolha do fruto.

1.Consuma tomates bem maduros. Quanto mais maduro, menos solanina. Evite consumir tomates verdes.
2. Adote algum processo de aquecimento/cocção para consumir o tomate. Isso ajuda a diminuir ainda mais a concentração de solanina.

Quando aquecido, o tomate perde parte da solanina
Apesar dessa substância tóxica, o tomate não pode ser considerado vilão, já que é um alimento rico em benefícios à saúde, e grande parte disso se deve à presença do licopeno – uma substância cientificamente reconhecida por possuir propriedades antioxidantes e potencial anti-câncer.

Veja mais no Catraca Livre

Abertura do Encontro dos Tambores no Amapá

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.