Educa

EUA recuam e não apoiam entrada do Brasil na OCDE

Alto funcionário da Casa Branca, porém, diz que os EUA apoiam o ingresso do Brasil, mas destaca que a prioridade são a Argentina e a Romênia

O governo dos Estados Unidos recuou e não endossou a tentativa do Brasil de entrar na Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). No último mês de março, em viagem aos EUA, o presidente Jair Bolsonaro tinha conquistado o apoio de Donald Trump na empreitada.

De acordo com a agência de notícias Bloomberg, que revelouo recuo, o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, rejeitou uma ampliação de ingresso de países na OCDE. Ademais, afirmou que Washington só apoia as tentativas da Argentina e da Romênia – como já previa a proposta anterior.

Segundo a cópia de uma carta enviada por Pompeo ao secretário-geral da OCDE, Angel Gurria, no último dia 28 de agosto, “os EUA continuam a preferir o alargamento a um ritmo medido”. A agência de notícias Bloomberg, dos Estados Unidos, teria tido acesso ao documento, revelando o conteúdo nesta quinta-feira, 10.

Veja mais no Opinião e Notícia

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: