Rituais de recomeço ajudam a renovar ambientes para o novo ano

Ano novo, vida nova! Com a chegada de 2020, nada melhor do que iniciar ciclo novo na vida e no lar. Especialistas em feng shui e organização orientam como renovar os ambientes

Contagem regressiva para 2020. Tem gente que já comprou agenda nova, há quem ainda não tenha feito planos e os que não conseguem fechar um ciclo em paz sem uma última faxina ou renovação em casa. Para todos esses, a boa notícia é que dá tempo. Especialistas em feng shui explicam que o ritual de recomeço para o lar pode ser antes ou depois das festas. Seja qual for a sua preferência, há como, a partir de medidas simples, renovar as energias dos ambientes.

A seguir, Anna Carla Lourenço do Amaral, do Instagram Caderno de Cabeceira e consultora do site Feng Shui para Todos, e Cris Ventura, blogueira do Canto do Feng Shui e colunista do site Personare, ensinam desde a forma certa de banhar a casa até que itens trocar.

Além delas, a personal organizer Karen Mascareñas alerta que bagunça atrai mais bagunça. E para quem tem dificuldade em manter a casa em ordem, ela elenca estratégias para aprontar tudo até o dia 31 e, depois da virada, manter cada coisa no seu devido lugar.

Faxina
Para purificar todos os ambientes, Cris recomenda a limpeza convencional, passando no chão um pano úmido com chá de folha de eucalipto ou com óleo essencial de eucalipto ou ainda com o desinfetante à base da planta. “É que essa espécie tem quase o mesmo poder do sal grosso. Ela purifica, mas sem riscar o chão, como o sal”.

Renovação
Muitas pessoas são apegadas a sapatos e roupas. Há os casos até de calçados bonitos, mas que nunca saem do armário, porque machucam. A ideia é encarar o desapego e dar lugar para o novo,
mesmo no armário. “Senão, a energia fica parada e pode causar bloqueios na nossa vida. Às vezes, você tem chance de promoção e sobe outra pessoa. Se a energia boa passa e tudo está ocupado com a bagunça, ela vai embora”, observa.

Organização
Para colocar tudo em ordem, a personal organizer Karen Mascareñas indica começar por armários e brinquedos. Quem nunca fez isso pode praticar com a ajuda do exercício de solidariedade e da sistemática. “Coloque em sacos ou caixas, mas, em lugares diferentes, as roupas de verão e as de inverno. E então, (uma a uma) comece a revisar o que não foi usado nos últimos dois anos”, ensina ela, indicando destinar o que está em bom estado a quem precisa.

Veja mais no A Tribuna

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: