AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Fies 2020: saiba como renegociar e liquidar a dívida

Boa parte da inadimplência se deve à falta de emprego para os estudantes recém-formados

 

Muitos estudantes ao terminarem a graduação não cumprem com o pagamento do financiamento e, por isso, precisam realizar a renegociação do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Para quem não sabe, o Fies é uma das mais concorridas formas de ingresso ao ensino superior em instituições particulares. 

Em alguns casos, a inadimplência se deve à falta de emprego para os estudantes recém-formados, já que o mercado de trabalho para algumas áreas passou por uma recessão. E, para não ficar com dívidas, é preciso fazer a renegociação.

A renegociação da dívida do Fies pode ser feita pelo estudante quando o Comitê Gestor do Fies (CG-Fies) autorizar o refinanciamento, divulgando prazos e datas. 

Saiba como solicitar a renegociação Fies 2020

O pedido de renegociação é feito por meio do Sistema Informatizado do FIES (SisFIES). Após a solicitação da renegociação do Fies 2020, o estudante deve ir até o agente financeiro onde o contrato foi firmado para formalizar o pedido de adesão com um Termo Aditivo ao contrato de financiamento, que deve ser assinado pelo estudante financiado e seu fiador na agência. 

O prazo de amortização pode ser ampliado em até três vezes o valor do financiamento e pode ser solicitado por qualquer estudante, desde que esteja dentro das seguintes exigências:

  • Contratos assinados até o dia 14 de janeiro de 2010;
  • No período de solicitação o contrato deve estar nas fases de amortização I e II do financiamento;
  • A prestação deve ter um valor superior a R$ 100,00 (cem reais);
  • As fases de amortização I e II do financiamento não devem ultrapassar o prazo de permanência do estudante na condição de financiado, ou seja, a soma dos prazos não deve ser superior a três vezes o prazo, acrescido de 12 (doze) meses.

Saiba como estudar sem dívidas

Então, você pode fazer o curso desejado por meio do Educa Mais Brasil, maior programa de inclusão educacional, que disponibiliza bolsas de estudo de até 70% de desconto nas mensalidades. Vale ressaltar que o estudante não paga nada após o término do curso e não precisa fazer nenhum tipo de renegociação ou adquirir dívidas após o curso. 

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: