AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Cursos on-line e com certificado são opções durante o afastamento social

Insituições ofertam conteúdos educativos e gratuitos de diversas áreas; confira

 

A ordem do momento é não sair de casa. Instituições de ensino, centros comerciais e demais estabelecimentos seguem fechados no Brasil em decorrência do afastamento social demandando pelo governo, a fim de evitar a proliferação do coronavírus no País.

Na última semana, o Brasil começou a sentir os impactos do coronavírus. Para não deixar a educação em segundo plano, diversas instituições de ensino estão ofertando cursos  de forma gratuita e totalmente on-line. 

Considerada como uma das melhores instituições do mundo, a Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, liberou o acesso a mais de 100 cursos em 14 áreas em sua plataforma on-line. As opções são nas áreas de Arte e Design, Desenvolvimento Educacional e Organizacional, História, Matemática e Análise de Dados, Ciências Sociais, dentre outros. A lista completa pode ser vista através do site

Já a Udemy, muito conhecida pelos cursos on-line, liberou, em sua plataforma, 40 cursos na área de programação e tecnologia. Os conteúdos podem ser vistos através do site da instituição

Quem também está contribuindo com o acesso à educação é o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – SENAI, que disponibilizou, em sua plataforma on-line, 12 cursos totalmente gratuitos para quem busca impulsionar sua carreira e está no período de afastamento social. Dentre as opções estão Desenho Arquitetônico e Segurança do Trabalho, por exemplo. As inscrições e a lista completa dos cursos ofertados podem ser vistas através do site da instituição.

Bolsa de até 70% com o Educa Mais Brasil 

Você já conhece o Educa Mais Brasil? O Educa é o maior site de incentivo à educação, que oferta bolsas de estudo em diversas modalidades de ensino com até 70% de desconto. Acesse o site do Educa e saiba mais, é gratuito! 

 

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: