Flexibilização na quarentena eleva para 5 mortes por Covid-19 no Amapá

Dramática a situação do Amapá que vinha tendo um bom desempenho no controle da doença mas agravado pela desobediência da população as recomendações de recolhimento, o estado passa a ser o segundo em casos no Brasil inteiro perdendo apenas para o Amazonas

O Governo do Amapá atualiza neste sábado, 11, o boletim informativo sobre a situação do novo coronavírus no estado. Agora são 193 casos confirmados, 766 descartados e 753 suspeitos em investigação.

Em relação ao último boletim, 27 novos casos foram confirmados, sendo 2 casos no município de Santana e 25 em Macapá. Do número total, 83 já foram curados. Desses, há os dois primeiros casos recuperados do Centro de Atendimento Intensivo Covid-19. O estado contabiliza cinco mortes de pacientes, sendo que três aconteceram neste sábado.

Este boletim registra ainda mais dois óbitos, chegando a 05 mortes até hoje desde o início da pandemia. Os casos são de uma mulher de 42, de Macapá, que estava internada no HE também com outras complicações, entre elas, aneurisma. E um homem de 90 anos, residente em Santana, com quadro de pneumonia, que havia sido transferido hoje para o Centro de Atendimento Intensivo ao Covid-19, vindo do Hospital de Emergências de Santana.

A capital soma 171 casos registrados do novo coronavírus; Santana tem 21 casos; e Oiapoque um.

Por município, os números de casos suspeitos, são:

  • Macapá: 626
  • Santana: 94
  • Calçoene: 07
  • Cutias do Araguari: 01
  • Laranjal do Jari: 03
  • Oiapoque: 09
  • Pedra Branca do Amapari: 03
  • Porto Grande: 03
  • Serra do Navio: 03
  • Vitória do Jari: 03

 

Os dados são do Gerenciador de Ambiente Laboratorial (GAL/AP) e do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS), que auxiliam o Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública (COESP) – dispositivo criado pelo Governo do Amapá para gerenciar a crise de COVID-19 no estado.

O que você pensa sobre este artigo?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: