AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

México bate recorde com 2.049 novos casos de covid-19 em 24 horas

No entanto, presidente afirma que a pandemia está no fim

O México tem 42.595 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus e 4.477 mortes. Enquanto o país se prepara para retomar as atividades com a “nova normalidade”, anunciada pelo presidente Andrés Manuel López Obrador, um número recorde de contágios é registrado em 24 horas. Foram anunciados no início da noite de ontem (14) 2.049 novos casos identificados e 257 mortes.

Hoje (15), em entrevista no Palácio Nacional, o presidente mexicano disse que o país já está chegando ao fim da pandemia e que, a partir da próxima semana, deve começar a descer a curva de contágios.

“Vai passar, não apenas porque nós queremos, mas tudo indica que estamos já no pico dos afetados pela pandemia e já vamos iniciar a descida. Agora falta pouco, muitos dias se passaram e já estamos vendo a luz no fim do túnel”, afirmou López Obrador.

O México tem 126 milhões de habitantes. As 4.477 mortes no país representam 3,55 mortes para cada 100 mil habitantes. No ranking do número de contágios nas Américas, o país está atrás apenas de Estados Unidos (1.417.889), Brasil (203.165) e Peru (80.604).

Veja também:

Anistia Internacional lança campanha sobre grupos carentes no Brasil

TikTok violou regras de privacidade de crianças, dizem entidades

Receita lança aplicativo CPF digital

Retomada de atividades econômicas
Há dois dias, na última quarta-feira (13), o presidente anunciou um plano de retomada das atividades econômicas em direção ao que chamou de “nova normalidade”. O plano traça uma reabertura por etapas e com um semáforo com quatro cores para indicar maiores e menores restrições.

Vermelho, laranja, amarelo e verde, onde o vermelho significa maiores restrições e o verde, a volta de todas as atividades. A ideia é implementar os semáforos no dia 1º de junho, com um período de adequação entre 18 e 31 de maio.

“Este é um plano progressivo para o reinício das atividades sociais, econômicas e escolares, sob os princípios de clareza, segurança e certeza. Saúde e vida sempre serão privilegiadas. Vamos para uma nova normalidade”, disse o secretário da Saúde, Jorge Alcocer.

A cor vermelha indica que poderão funcionar somente atividades essenciais, além de mineração, construção e transporte. O laranja diz que, além das essenciais, algumas outras atividades podem ser realizadas. O amarelo sinaliza que todas as atividades essenciais e não essenciais podem voltar, com algumas restrições. E o verde é a liberação total de retorno.

O subsecretario de Prevenção e Promoção da Saúde, López-Gatell, afirmou que grande parte do território não tem casos da covid-19, o que permite que as medidas nacionais sejam suspensas. “Elas (as medidas) terão que ser direcionadas de acordo com a intensidade da transmissão”.

Ainda de acordo com o plano de retomada, as regiões do país que não tenham casos confirmados poderão voltar às atividades escolares e de laborais no dia 18 de maio.

O presidente mexicano afirmou que a implementação do plano é voluntária e não haverá problemas caso os estados e municípios optem por não adotá-lo.

“Estamos em um momento estelar da democracia no México, ou seja, medidas coercitivas não serão aplicadas, nada à força, tudo pela razão e pela lei”, finalizou Obrador.

EBC

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: