Quarentena em Bogotá continuará por mais duas semanas

Outras regiões do país, no entanto, já iniciam a reabertura

A quarentena imposta na capital da Colômbia, Bogotá, por causa da pandemia do novo coronavírus continuará até o dia 15 de junho pelo menos, anunciou o prefeito da cidade nessa quinta-feira (28), enquanto outras partes do país iniciam a reabertura.

Bogotá foi uma das primeiras áreas do país andino a colocar em vigência medidas de lockdown, em março. A capital tem mais de 8 mil dos 24 mil casos de coronavírus no país.

Veja também:

Amapá tem 8.152 casos confirmados, 9.527 em análise laboratorial, 3.323 pessoas recuperadas e 198 óbitos

PF deflagra 2a Fase da Operação Virus Infectio no Amapá

Fundação Amazonas Sustentável realiza atividades virtuais na Semana do Meio Ambiente

A Colômbia inteira está de quarentena até domingo (31), embora milhares de empresas estejam reabrindo gradualmente com protocolos de segurança e equipes reduzidas.

“Concordamos com o Ministério da Saúde em seguir essas recomendações em Bogotá pelas próximas duas semanas”, disse a prefeita da capital, Claudia López, no Twitter.

A cidade, de 8 milhões de habitantes, vai continuar mantendo o isolamento, não levará adiante a reabertura de empresas, intensificará a supervisão em vendas de alimentos por atacado e aumentará os testes para o coronavírus em conjunto com o Instituto Nacional de Saúde.

Mais detalhes serão anunciados em entrevista coletiva neste sábado (30), afirmou López. O ministério e o governo municipal vão reavaliar as medidas após o dia 15 de junho.

Dezenas de áreas de Bogotá com altas taxas de infecção já foram colocadas sob restrições especiais, que previnem que seus moradores façam exercícios físicos na rua, entre outras medidas.

EBC

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: