AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

OMS: covid-19 põe em risco anos de progresso em saúde nas Américas

Afirmação é da diretora regional da OMS, Carissa Ethienne

O novo coronavírus está interrompendo programas de vacinação e atendimentos de outras doenças e pode acabar com anos de progresso em saúde nas Américas, afirmou nessa terça-feira (4) a diretora regional da Organização Mundial da Saúde (OMS), Carissa Etienne.

Em entrevista semanal à imprensa, ela disse que a pandemia está reduzindo o atendimento para condições crônicas, como diabetes e doenças infecciosas, entre elas HIV e tuberculose.

“Esses serviços estão seriamente paralisados ou, pior ainda, paralisados completamente”, declarou. “As Américas correm o risco de perder anos de ganhos em saúde em questão de meses.”

Veja também:
9 estratégias para trabalhadores remotos manterem a saúde mental e o bem-estar
Amapá tem 36.999 casos confirmados, 2.762 em análise laboratorial, 25.138 pessoas recuperadas e 581 óbitos
Teste usa pontos quânticos para detectar presença do novo coronavírus

O fornecimento de medicamentos também é um problema, disse Carissa. Onze países das Américas têm menos de três meses de abastecimento de antirretrovirais para HIV, e outros estão com falta de medicamentos para tuberculose, segundo ela.

A diretora da OMS pediu aos governos que aumentem os gastos em saúde para pelo menos 6% do Produto Interno Bruto (PIB), afirmando que a média atual de 3,7% não é suficiente.

“Os países precisam se adaptar e se comprometer a fornecer simultaneamente esses serviços essenciais de atenção primária, ao mesmo tempo em que mitigam os efeitos da covid-19”, disse Carissa. “Isso não é uma escolha.”

Reuters

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: