AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Google não vai mais usar seu histórico de navegação para vender anúncios

Entenda as mudanças a partir da nova regra da gigante de buscar

De acordo com a gigante, objetivo é oferecer mais privacidade aos usuários.
O Google anunciou nesta terça-feira (3) que vai parar de usar o histórico específico de navegação dos usuários para vende anúncios . A medida passa a valer a partir do ano que vem, depois da gigante passar por algumas alterações.

Para que o Google continue lucrando com publicidade direcionada de acordo com os interesses das pessoas, ela irá agrupar usuários com comportamentos similares. De acordo com a empresa, o objetivo é “esconder” as pessoas “no meio da multidão”, aumentando a privacidade.

Veja também:
Diagnósticos de câncer de rim, próstata e bexiga caem 26% na pandemia
Professores da educação básica são incluídos lista de prioridade da vacina
Cursos brasileiros de graduação e pós estão entre os 100 melhores do mundo

Entenda as mudanças
Para entender a mudança anunciada nesta quarta-feira, é preciso lembrar que, em 2020, o Google disse que deixaria de autorizar a coleta de cookies de terceiros no navegador Chrome .

Veja mais no Tecnologia – iG

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: