UFPA realiza pesquisa para identificar o perfil epidemiológico da covid-19 em moradores do Pará

Desde outubro de 2020, um estudo do  Laboratório de Virologia (LabVir) da Universidade Federal do Pará (U FPA) analisa a frequência de anticorpos anti-SARS-CoV-2 na população da Região Metropolitana de Belém e em comunidades indígenas do Pará. 

Em entrevista ao Tarde Nacional – Amazônia, o Dr. Antônio Vallinoto, professor titular da UFPA e coordenador do Laboratório de Virologia, explica as pretensões da pesquisa. “O que nós queremos entender é quais são os fatores biológicos, do ponto de vista da resposta imune e do perfil genético do hospedeiro humano, que define esse quadro. É algo que nós ainda não entendemos na covid 19”, relata.

O professor também fala das possibilidades de resposta imune, assim como em situações isoladas de indivíduos, por exemplo: em gêmeos idênticos. “Cada indivíduo monta uma reposta imune diferenciada, mesmo aqueles que são gêmeos idênticos. Então, estamos tentando identificar o que chamamos de assinatura molecular, que possa definir essas diferenças de quadro clínico na covid-19”, explica Antônio.

Ouça a entrevista

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: