Com assinatura de decreto, Prefeitura cria sandbox para uso das tecnologias de Cidades Inteligentes em Macapá

A Prefeitura de Macapá, por meio da Companhia de Trânsito e Transporte de Macapá (CTMac), realizou nesta sexta-feira (25) a solenidade de assinatura do decreto que cria o sandbox, que permite a delimitação de uma área, em zona urbana, livre de regulamentação, onde tecnologias inovadoras de Cidades Inteligentes possam ser testadas e validadas. Na ocasião, ocorreu ainda o lançamento do projeto de Mobilidade Inteligente, uma iniciativa da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) com a gestão municipal.

“A partir desse projeto de Cidades Inteligentes temos condições de avançar em uma área que vai desenvolver a ciência e tecnologia no município, desenvolvendo tecnologias para impulsionar nosso crescimento como capital”, ressaltou o prefeito Dr. Furlan.

O sandbox faz parte do projeto de Cidades Inteligentes da ABDI, que está em instalação na capital do Amapá. A iniciativa conta com a articulação do Davi Alcolumbre (DEM).

O presidente da ABDI, Igor Calvet, fala como surgiu a proposta em 2019.  “Há dois anos iniciou esse processo de implantar o conceito de cidades inteligentes no município. Hoje Macapá é a primeira capital da região norte a receber o projeto. Nosso desafio agora é colocar Macapá no ranking de cidades com tecnologias voltadas para o desenvolvimento do município”.

Durante a assinatura do decreto, o senador Davi Alcolumbre destacou o papel da ciência e da participação de instituições de pesquisa que poderão usar os recursos deste projeto. “Esse decreto eleva nossa cidade em tecnologias de inovação, ciência e conhecimento, promovendo bem estar, segurança e melhor qualidade de vida”, disse o parlamentar.

Marcílio Dantas, presidente da CTMac, ressaltou a importância do pioneirismo de Macapá na implantação do projeto. “Esse é o pontapé inicial para tornar Macapá um celeiro de inovação em tecnologia e empreendedorismo. Nesse primeiro momento o sistema está instalado, pronto para funcionar e os equipamentos serão ligados paulatinamente, para permitir a sincronização entre eles”, afirmou.

Tecnologias

Ao todo, já foram instalados 36 semáforos inteligentes em 12 cruzamentos da capital, um Centro de Comando e Controle de Operações (CCO) que funciona na sede da CTMac e um living lab.

Os semáforos são capazes de identificar o número de veículos em cada uma das vias e liberar o fluxo de acordo com a demanda. Mudam, em tempo real e, automaticamente, o seu método de funcionamento com o uso de inteligência artificial.

A adoção desta tecnologia, de maneira geral, promove maior qualidade na circulação viária e melhorias em torno de 20% a 30% na fluidez do tráfego, reduzindo o tempo de parada dos veículos. A ação em Macapá faz parte dos projetos de Cidades Inteligentes da ABDI, que envolvem a integração de tecnologias como Internet das Coisas (IoT), Big Data, Inteligência Artificial e Conectividade. A ABDI tem como missão disponibilizar tecnologias para o setor produtivo brasileiro e para os gestores públicos.

Roberta Correa

(Com informações da ABDI) 

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: