Membro de facção criminosa morre em troca de tiros com o Bope em periferia de Macapá

Ele já havia sido preso três vezes. PMs chegaram ao local após denúncia de disparos. Confronto aconteceu nesta terça-feira (27), no bairro Congós.

Um homem, identificado como membro de organização criminosa e que já foi preso por tráfico de drogas e homicídio, morreu nesta terça-feira (27), numa intervenção policial do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope). O confronto aconteceu em área de pontes numa periferia na Zona Sul de Macapá.

Conforme o Bope, as forças de segurança reforçaram o policiamento na região após denúncias de que ocorreu um tiroteio. Integrantes de organizações criminosas balearam um homem, que foi socorrido e levado ao Hospital de Emergência (HE) da cidade.

Em busca por suspeitos, com apoio do helicóptero do Grupamento Tático Aéreo (GTA), a polícia descreve que foi atacada a tiros e revidou. No confronto, Maurício Davi Guedes Galvão, de idade não informada, foi baleado.

Ele chegou a ser socorrido, mas faleceu no HE. Conforme o Bope, o homem já foi preso duas vezes por tráfico de drogas e uma vez por homicídio e era “contumaz na prática criminosa”.

A polícia informou que encontrou com Maurício uma espingarda calibre 20, com uma munição deflagrada, e ainda R$ 390 em espécie. O material foi apresentado ao Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) do bairro Pacoval.

Desde segunda-feira (26), este foi a quarta intervenção policial com óbitos em Macapá. Mais cedo, um outro homem morreu numa ocorrência atendida pelo 1º Batalhão da Polícia Militar, e mais dois foram presos.

Do G1 Amapá

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: