Setembro Amarelo: projeto do MP-AP, Atuação pela Vida, fortalece campanhas de prevenção ao suicídio

Setembro é o mês de conscientização sobre a prevenção ao suicídio e para promover ações, diálogos e debates sobre a temática, o projeto Atuação Pela Vida do Ministério Público do Amapá (MP-AP) adere à campanha e intensifica informações de alerta para o tema. Seguindo o principal objetivo de enfatizar sobre as principais formas de cuidados pela vida para ampliar o acesso aos conhecimentos necessários, a fim de ajudar na identificação precoce e auxiliar possíveis pessoas em risco.

O projeto Atuação Pela Vida é coordenado pela Promotoria de Defesa da Saúde, com apoio da Procuradoria-Geral de Justiça, e vem sendo realizado, desde 2019, por meio de parcerias, com atuação durante todo o ano no fortalecimento de medidas voltadas para a saúde mental. Tem como foco orientar e combater os fatores de risco, que colaboram diretamente no aumento dos casos, bem como desenvolvendo ações voltadas para a valorização da vida.

Atualmente, a conscientização deve ser redobrada, considerando que as estatísticas apontam um agravamento na saúde mental da população devido à pandemia do novo coronavírus. A campanha ajuda a disseminar informações para combater o ato que, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), de acordo com as últimas estimativas, é uma das principais causas de morte em todo o mundo.

Existem vários fatores de risco que levam à prática: Distúrbios mentais, desespero, impulsividade, tristeza, histórico familiar, fator social, falta de suporte, inquietações sobre a própria sexualidade, violência psicológica, agressões, bullyng. Embora sejam alguns dos exemplos, no menor sinal, procure atendimento fornecido pelo sistema de saúde, Centro de Valorização da Vida (CVV) pelo site, telefone, e-mail ou chat que fica disponível 24 horas por dia e, também, no Ambulatório de Atenção a Crise Suicida (AMBACS), projeto da Universidade Federal do Amapá (UNIFAP) que possui parceria com o MP-AP e outras entidades públicas e privadas, que ampara pessoas com comportamento suicida e aos familiares enlutados por suicídio.

Ligue 188 ou procure atendimento psicológico nas Unidades Básicas de Saúde:

Rubim Brito Aronovitch, São Pedro, Raimundo Hozanan, PE. Raul Matte, Conceição Rosa Moita, Marabaixo, Alvaro Corrêa, BR-210, Pedro Barros Monteiro, Perpétuo Socorro, Congós e Coração.

O Ambacs possui vários grupos e locais de atendimento:

Atendimentos, individual e em grupo (familiares e amigos), no Instituto Joel Magalhães (Ijoma), localizado na Avenida Dr. Silas Salgado, Nª 3586, bairro Alvorada, até às 18h, com a psicóloga Raiza Raquel. Agendamentos pelo telefone: 96 98804 4335.

Segunda-feira – Infraero II – psicóloga de contato – 9 9174 2673 (Kathiussy)
Terça-feira – Comunidade Reviver – psicóloga de contato – 9 9127 5095 (Ana)
Quarta-feira – Igreja N S de Fatima – psicóloga de contato – 99103 7447 (Josicleia)
Quinta-feira – Zerão – psicólogo de contato – 9 9912 4578 (Felipe)
Sexta-feira – Marabaixo – psicóloga de contato – 9 9185 7098 (Auracilene)

Serviço:
Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Gerente de Comunicação – Tanha Silva
Núcleo de Imprensa
Texto: Halanna Sanches

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: