Morre em Macapá o radialista Azevedo Picanço

A notícia tomou as redes sociais esta manhã de sábado (20), dia da Consciência negra, quando aconteceu a passagem do estimado comunicador do rádio amapaense.

Nas redes

João Silva

24gpfu7hn goe1h0t9f  · AMAPÁ – Notícia ruim: com agravamento do seu estado de saúde morreu nas primeiras horas de hoje o radialista Azevedo Picanço, de 60 anos, que estava internado algum tempo no Hospital São Camilo. Alegre, apaixonado pelo rádio, por samba, música de saudade, pelo Ypiranga e o Piratão, festejado comunicador pertencia ao 992, e atuou por muitos anos na Rádio Difusora de Macapá. Na Amapá FM o radialista comandou grande audiência com o programa ‘Domingo é o Show’. Ultimamente Azevedo Picanço estava na Diário FM, onde apresentava o programa ‘Sabadão com Azevedo Picanço’. Sobre velório e sepultamento do radialista a família ainda não deu maiores detalhes.Ficam aqui nossas condolênciasaos familiares e a multidão de ouvintes fiéis que consagrou o Azevedo Picanço como um dos ícones do rádio amapaense, que Deus o tenha.

Clécio Luis 

12 0gti7om9f9o34hhfre  · As ondas do rádio amapaense estão menos alegres neste sábado, 20 de novembro, com a partida de Raimundo de Azevedo Picanço, radialista talentoso que fez história no estado. Azevedo Picanço passou pela velha e boa Rádio Difusora de Macapá, comandando o programa ‘O Domingo é o Show’. E antes de adoecer estava na Diário FM, onde apresentava o programa ‘Sabadão com Azevedo Picanço’. Amante do Samba, carnaval, devoto fervoroso de São Jorge, nascido no bairro do trem, Azevedo era alto astral, sempre alegre e apaixonado pelo Piratas da Batucada, onde emprestou sua voz e talento sendo intérprete da Escola de Samba.Neste momento de dor e tristeza, me solidarizo com os familiares e amigos que sentem a partida de Azevedo. Ele sempre dizia que sua missão neste plano era levar alegria nos rádios e assim conseguiu alegrar a todos nós. Que Azevedo Picanço, o “Preto Azevedo”, assim chamado carinhosamente, descanse ao lado do Pai.

Olívio Fernandes II

9tSt2hp9o1n14o h3r70d043  · Hoje é um dia muito triste para nós da comunicação Amapaense perdemos o comunicador mais alegre do rádio de Macapá, e eu infelizmente tive que anunciar o falecimento do meu amigo Azevedo Picanço no meu programa de rádio na Diário FM 90,9 que apresento aos sábados das 5 às 7 horas da manhã, descance em paz amigo.

Edgar Rodrigues

820tS84182natsl93og5g3 h  · Mais uma perda irreparável, desta vez na área da Comunicação. Amigo Azevedo Picanço, nosso desejo é que você faça uma boa transição. Obrigado pela amizade respeitosa entre nós. Vai com Deus, meu amigo, e que nosso Pai dê conforto aos que ficam e que sempre te queriam bem. Amém.

Tica Lemos Lemos

t3Sap38o350nms6312 4f8h8  · O dia começou cinza. Siga na luz, grandioso Azevedo Picanço, sua passagem por aqui foi marcante e inesquecível. Obrigada pelos momentos vividos com você. Caia na folia celestial e descanse na paz de Deus. Meus sentimentos aos familiares.O velório do Azevedo está acontecendo na Capela Central Paz, na avenida Mendonça Furtado. O sepultamento será amanhã, domingo, o horário ainda não foi informado.

Nota de pesar

O Governo do Estado do Amapá manifesta profundo pesar pelo falecimento do radialista Azevedo Picanço, 60 anos, ocorrido neste sábado, 20, em Macapá.  

Azevedo foi um grande comunicador, atuando em diversas rádios, entre elas a Difusora e por último Diário FM, e se recuperava de um AVC. Levou alegria e informação a milhares de amapaenses que o acompanhavam. 

Pode ser uma imagem de 1 pessoa e texto que diz "8 Nota de Pesar É com profundo pesar que o Sindicado dos Jornalistas Profissionais do Amapá- Sindjor/AP e Federação Nacional dos Jornalistas Fenaj receberam a notícia do falecimento do radialista, Azevedo Picanço, ocorrido Neste momento de dor sofrimento, rogamos a Deus 0 conforto aos familiares amigos. SINDPOR FENAJ FEDERAÇÃO NACIONAL DOS JORNALISTAS"

O Amapá perde um talentoso radialista, que deixa um legado de mais de 40 anos de atuação na profissão e saudades da voz inconfundível. Aos familiares e amigos o Governo do Amapá expressa sentimentos para que vossos corações sejam confortados e reconhece a contribuição do radialista para a comunicação amapaense.

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: