Autores do Marajó lançam livro no Museu Sacaca com shows de Macapá

O livro “Pajé Zé Piranha: histórias de cura e encantaria no Marajó” terá seu lançamento em Macapá nesta sexta-feira 14 de janeiro, a partir das 18h, no auditório do Museu Sacaca. O evento será também musical, pois contará com apresentações de dois coletivos de Macapá: o Grupo Músico-poético Kazumba Akelê Batuque (http://seiic.ap.gov.br/artista/1734) e o Marabaixo da Juventude dos Devotos de São José (ver PDF anexado). A entrada é gratuita.


O livro traz 30 relatos de pessoas que conviveram com o pajé e se beneficiaram com suas curas. Ele tem 300 páginas, é uma iniciativa do neto de Zé Piranha, Max Silva do Espírito Santo, e foi escrito em parceria com Ailton Silva Favacho, poeta, letrista e professor em Soure. Os dois autores estarão autografando sua obra.
Esta já é a segunda edição: a primeira, lançada pela Editora Dalcídio Jurandir, da Imprensa Oficial do Estado do Pará (Ioepa) esgotou-se em menos de 15 dias.

Fundado em 27/11/2014 

A Associação Cultural Devotos de São José, conhecida pela sociedade amapaense como Marabaixo da Juventude, foi idealizada no Ciclo do Marabaixo de 2014, incentivado por Wendel Luan Santos (Bisneto da Tia Chiquinha), que era necessário a formação de um grupo de Marabaixo formado somente por jovens. Foi neste momento que Alexandre Queiroz e Fábio José Souza (Neto do Sacaca), gostaram da ideia e iniciaram a divulgação de um grupo de jovens de marabaixo. O convite foi feito há vários jovens de outros grupos e comunidades negras do Amapá, daí em diante ouvi várias conversas sobre como seria o Marabaixo da Juventude. 

Então no dia 27 de novembro de 2014, na casa do Fábio José Souza, foi criado o Marabaixo da Juventude, numa reunião onde os jovens começaram a colocar no papel como o grupo iria se estabilizar. Foi aí que houve a necessidade de qual seria o santo padroeiro do grupo, com muita fé, escolheram São José. Desde então se atentou em fortalecer a festa do Padroeiro de Macapá, realizada no dia 19 de março. 

O Marabaixo da Juventude atualmente faz apresentações em escolas e faculdades (publicas ou privadas), e realiza todo mês uma novena em louvor a São José, nas casas das famílias que são devotas do santo, nessa novena tem a Folia, Ladainha (em Latim) e uma rodada de marabaixo e batuque. 

Contudo, a Associação Cultural Devotos de São José – Batuque e Marabaixo da Juventude, tem como objetivo o fortalecimento das manifestações culturais do estado, fortalecendo principalmente a parte religiosa.


Contatos dos autores:
Max Silva do Espírito Santo: (91) 98460-9442
Ailton Silva Favacho: (91) 98494-2553

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: