8 de Março é dia internacional da mulher

  • Dia Internacional da Mulher [Trata-se de uma celebração de conquistas sociais, políticas e econômicas das mulheres ao longo dos anos, sendo adotado pela Organização das Nações Unidas e, consequentemente, por diversos países. Foram vários acontecimentos que levaram à criação dessa data tão importante. No dia 8 de março de 1917 cerca de 90 mil operárias russas percorreram as ruas reivindicando melhores condições de trabalho e de vida, ao mesmo tempo que se manifestavam contra as ações do Czar Nicolau II. Esse evento, que deu origem ao Dia Internacional da Mulher, ficou conhecido como “Pão e Paz”. Outro fato, foi o incêndio numa fábrica de camisas em Nova York, ocorrido em 25 de março de 1911, que mataria 146 pessoas, das quais 129 eram mulheres. O número de vítimas se explica pelas péssimas condições de trabalho e porque uma porta estava fechada para impedir a fuga das trabalhadoras. De acordo com registros históricos, o primeiro Dia da Mulher foi celebrado nos Estados Unidos em maio de 1908, onde mais de 1.500 mulheres se uniram em prol da igualdade política e econômica no país].

  • Inauguração do Museu de Arte Moderna de SP, em 08/03/1949, com a exposição “Do Figurativismo ao Abstracionismo”. O MAM foi criado em 1948 por Francisco (Ciccillo) Matarazzo Sobrinho, no prédio dos Diários Associados, na Rua 7 de Abril. A história do Museu de Arte Moderna de São Paulo – MAM/SP se divide em duas fases. A primeira, da fundação, em 1948, à doação de seu acervo original à Universidade de São Paulo – USP, em 1963; a segunda, de 1963 aos dias de hoje, em que o MAM/SP se afirma como uma das instituições culturais mais ativas da cidade, com uma coleção representativa da arte brasileira moderna e, principalmente, contemporânea e uma das mais importantes instituições culturais do Brasil. Localiza-se sob a marquise do Parque Ibirapuera, em São Paulo, em um edifício inserido no conjunto arquitetônico projetado por Oscar Niemeyer em 1954 e reformado por Lina Bo Bardi, em 1982, para abrigar o museu.

  • Criação da REBRA – Rede de Escritoras Brasileiras [É uma organização não governamental, sem fins lucrativos, que pretende reunir em associação o maior número de escritoras brasileiras que tenham compromisso público com a literatura, a cultura e a justiça social. O principal objetivo e a missão da REBRA: o aprimoramento da sociedade brasileira em particular e da humanidade em geral, por meio da divulgação da palavra da mulher. Foi fundada em 8 de março de 1999, tendo à frente a escritora Joyce Cavalcante, trabalhando em parceria com a organização mundial Women’s WORLD – Women’s World Organization for Rights, Literature and Development, com sede nos Estados Unidos da América. No âmbito Latino-Americano, funciona também em parceria com a RELAT — Red De Escritoras Latinoamericanas, sediada no Peru e atuante nos países da América do Sul e México].

  • Partida da esquadra de Pedro Álvares Cabral [Rio Tejo, Portugal, 8 de março de 1500. No comando de uma armada de 13 navios e de 1500 homens, o navegador português Pedro Álvares Cabral zarpa de Lisboa em direção sudeste. Os portugueses sabem que esta rota conduziu os espanhóis às novas terras das Índias Ocidentais. No dia 22 de abril Cabral e seus homens avistam a terra. Em 23 de abril desembarcam na embocadura do rio Cahy sobre uma terra que ele batizaria de Terra de Vera Cruz. Após deixarem o local em direção à Índia, Cabral, na incerteza se a terra descoberta se tratava de um continente ou de uma grande ilha, alterou o nome para Ilha de Vera Cruz. Após exploração realizada por outras expedições portuguesas, viram que era realmente um continente. Com a descoberta do pau-brasil, madeira de coloração de uma brasa acesa, o país passou a ser chamado pelo nome que conhecemos hoje: Brasil].- Nota: Muitos autores, obras e sites citam também a data 9 de março para este evento.

  • Dia de São João de Deus [João Cidade Duarte era seu nome de batismo. Ele nasceu em 8 de março de 1495, em Montemor-o-novo, Portugal e faleceu no mesmo dia de seu nascimento no ano 1550, aos cinquenta e cinco anos de idade. Sua canonização foi celebrada pelo Papa Leão XIII. Na ocasião, Leão XIII proclamou-o padroeiro dos hospitais, padroeiro dos doentes e padroeiro de todos os que trabalham para a obtenção da cura dos doentes].
    ………………………………….
    (Pesquisa, edição e condensação dos textos: Paulo Tarso Barros

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: