AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Sejusp corrige irregularidades no pagamento de funções dos militares

Como forma de corrigir irregularidades no pagamento de funções dos militares do Corpo de Bombeiros e Polícia Militar, a Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública (Sejusp) realizou junto aos comandos uma auditoria dos servidores que recebem o benefício.

Durante o levantamento, foram identificados militares que recebiam irregularmente a gratificação. Muitos deles tiveram o benefício incorporado ao salário em pleno período eleitoral, segundo a Sejusp. "O que foi constatado pelos comandantes é que o pagamento estava sendo feito de forma descontrolada, e muitos recebiam sem estar exercendo a função", salientou o secretário de Estado da Justiça e Segurança Pública, Gastão Calandrini.

De acordo com ele, foi realizado um filtro nas duas corporações para tornar o pagamento das funções mais moralizado. "A partir de agora só irá receber quem realmente estiver exercendo o seu trabalho. Vamos ordenar a situação e pagar as funções para quem realmente merecer", avisou.

Falha no sistema
Gastão Calandrini explicou, ainda, que no mês de janeiro ocorreu um problema no pagamento das funções do Corpo de Bombeiros, em razão de falhas na ordem dos dados que foram levados para a Secretaria de Estado da Administração (Sead). Por esta razão, não foram pagas gratificações referentes ao mês de janeiro.

O secretário garante que a situação já foi normalizada e que o Estado pagará o valor retroativo. "Todos os servidores que estiverem com situação regular receberão o valor que não foi pago em janeiro", frisou.

Ainda de acordo com Calandrini, o problema não aconteceu com a Polícia Militar, que teve o pagamento das funções pago corretamente.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: