AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Pescado a preços populares começa a ser vendido no próximo sábado

Para garantir peixes de qualidade e com preços baixos na mesa do consumidor durante a Semana Santa, a Agência de Pesca do Amapá (Pescap) inicia neste sábado, 28, a campanha “Pescado Para Viver Melhor”, na Feira do Pacoval.

A ação vai se estender até o Sábado de Aleluia, 4 de abril, em outros 10 locais específicos de comercialização do pescado. A venda de peixes será reforçada com mais de 100 toneladas de variadas espécies, entre elas: dourada, piramutaba, pirapitinga, tambaqui, mapará, pescada branca e gurijuba.

A estimativa de economia para o consumidor nos pontos comerciais que serão ofertados pela campanha da Pescap, de acordo com o diretor-presidente, Guarabichaba Ferreira, é de quase 30% em relação aos preços praticados nas demais feiras e mercados de Macapá. O filhote, por exemplo, que, em média, custa R$ 20 o quilo nas feiras, vai sair na venda do pescado popular R$ 17, durante a Semana Santa.

Na campanha “Pescado Para Viver Melhor”, os preços variam entre R$ 5 a R$ 17 reais. Porém, algumas as espécies podem custar um pouco acima, como o robalo e o próprio filhote. “Nós iremos comercializar em menor quantidade. A maior parte das espécies serão comercializadas entre R$ 5 a R$10 reais”, disse Guarabichaba.

Segundo ele, a ideia não é ofertar o pescado mais barato apenas no período da Semana Santa, mas dar continuidade ao projeto no decorrer do ano. “Pelo menos uma vez no mês vamos comercializar de 20 a 30 toneladas de peixe com preços mais acessíveis à população”, garantiu.

Inicialmente, a campanha atenderá a capital e o município de Santana, visto que as prefeituras dos outros municípios já tem a iniciativa de vender o pescado com preços mais em conta. A Pescap pretende intervir, em breve, com o projeto ofertado pelo Estado nas cidades que não têm o desembarque de pescado.

A Agência de Pesca também contará com o apoio do Instituto de Pesos e Medidas do Amapá (Ipem) que, durante o período da Semana Santa, realizará fiscalizações nos pontos de venda do produto.

Pontos de venda:
– Feira do Pacoval
– Feira do Buritizal
– Bairro do Zerão
– Bairro Novo Horizonte
– Bairro Marabaixo
– Bairro Infraero
– Conjunto Macapaba
– Fazendinha
-Postos de Santana (Coagrin e Araxá)

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: