Educa

Ministério da Saúde vai acompanhar produção experimental de pílula contra câncer

fosfoetanolaminaUm grupo de trabalho instalado nesta sexta-feira (30) pode acelerar o desenvolvimento clínico da fosfoetanolamina, a pílula do câncer.

Uma portaria do Ministério da Saúde institui uma equipe para acompanhar o processo, desde a caracterização da molécula até a produção de lotes experimentais do medicamento. Em 60 dias, eles vão apresentar o plano de trabalho. O objetivo é seguir todo o protocolo oficial, para fornecer a pílula de forma segura.

No começo do mês, o Supremo Tribunal Federal concedeu liminar que garantiu o acesso ao medicamento a uma paciente em estágio terminal. O médico dela receitou a fosfoetanolamina, mas o acesso foi negado porque a pílula do câncer ainda não tem registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

A fosfoetanolamina é desenvolvida por pesquisadores da Universidade de São Paulo e causou polêmica após ser apontada como revolucionária no tratamento de câncer, mas ainda faltam estudos clínicos para comprovar os benefícios e os efeitos colaterais.

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: