Amazonenses sofrem com a falta de perito médico no INSS

População chega a esperar 5 meses para conseguir uma consulta

A falta de peritos médicos no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), do Amazonas, está prejudicando quem precisa de atendimento para receber o auxílio-doença. No interior do estado o problema é ainda mais grave. Em Tabatinga, por exemplo, os moradores não conseguem nem  marcar a perícia, por falta de profissionais.

Morador de Atalaia do Norte, Milton Pinheiro levou seu irmão que teve a perna fraturada em um acidente com motosserra à Tabatinga, mas reclamou da demora para atendimento: “O agendamento é rápido pra fazer, mas demorou 5 meses pra gente ser atendido”.

O Gerente executivo do INSS em Manaus, Clizares Santana, explicou que a falta de especialistas em Tabatinga foi causada pelo elevado número de pedidos de exonerações do cargo. “Abrimos vagas para concurso. Os médicos tomam posse e acabam pedindo exoneração porque arrumam emprego melhor. Nós estamos procurando alternativas para resolver esse problema da perícia médica”, afirma.

EBC

Clique aqui e Inscreva-se agora!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: