Prefeitura de Macapá decreta situação de emergência no Bailique

Uma equipe da Prefeitura de Macapá se deslocará ao arquipélago ainda na tarde desta sexta-feira, 10, para dar auxílio às famílias e fazer um levantamento in loco da situação.

 

Foto: Reprodução

O prefeito de Macapá, Clécio Luís, decretou situação de emergência no Bailique na noite desta quinta-feira, 9, devido ao fenômeno das “terras caídas”, responsável pela destruição de casas em comunidades ao longo das oito ilhas que compõem o distrito. O decreto será até a resolução dos problemas mais graves nessas localidades.

Uma equipe da Prefeitura de Macapá se deslocará ao arquipélago ainda na tarde desta sexta-feira, 10, para dar auxílio às famílias e fazer um levantamento in loco da situação. As ações desenvolvidas pelas secretarias municipais nas localidades serão denominadas de SOS Bailique.

Resultante de uma articulação dos senadores Davi Alcolumbre e Randolfe Rodrigues, nesta sexta-feira, às 10h, acontecerá uma reunião entre o prefeito Clécio Luís e o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, para discutir as medidas imediatas que serão adotadas para amenizar a situação no local. Estudos da Defesa Civil indicam que pelo menos 70 metros da orla da Vila Progresso foi “engolida” pelas águas nos últimos 20 anos.

 

Diário do Amapá

Deixe uma resposta