Criador da tecnologia de Lithium-ion trabalha em bateria com o triplo de capacidade

O professor de 94 anos da Escola de Engenharia da Universidade do Texas, em Austin, Estados Unidos, publicou um artigo científico onde explica o funcionamento da nova tecnologia. Reprodução

A tecnologia das baterias continua evoluindo e um dos criadores da tecnologia de Lithium-ion está prestes a revolucionar o cenário novamente com um modelo que pode ter o triplo de capacidade de armazenamento.

John Goodenough está liderando uma equipe de pesquisadores que está testando uma nova bateria que ainda teria a vantagem de não ser inflamável e carregar mais rápido que os modelos atuais.

O professor de 94 anos da Escola de Engenharia da Universidade do Texas, em Austin, Estados Unidos, publicou um artigo científico onde explica o funcionamento da nova tecnologia. Ao utilizar um material sólido no lugar do eletrólito liquido e combustível utilizado hoje em dia nas baterias convencionais, Goodenough apresenta uma bateria que já é mais segura por padrão.

O material sólido é basicamente vidro, o que também reduziria o custo de produção de cada unidade ao permitir o uso de sódio, extraído da água do mar, como elemento eletrólito, uma substância muito mais comum do que o lítio. As baterias de vidro-sódio ainda apresentariam um tempo de recarga mais curto, maior longevidade e capacidade de armazenamento de energia até três vezes maior do que suas equivalentes existentes no mercado.

A tecnologia de estado sólido já é empregada em alguns modelos de bateria utilizadas em veículos elétricos, mas a unidade proposta por Goodenough trabalha com substâncias mais econômicas e aparentemente de maior eficiência. Entretanto, é bom notar que entre a descoberta em laboratório e a aplicação comercial em larga escala, podem se passar vários anos. Mas, se de fato a nova tecnologia do engenheiro se tornar viável, Goodenough terá participado não de uma, mas de duas revoluções na forma como funcionam os dispositivos eletrônicos.

 

Do site Código Fonte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: