Vigilância sanitária suspende 52 lotes de medicamentos

Foram interditados dois produtos da Brainfarma Indústria Química e um da Cosmed Indústria de Cosméticos e Medicamento

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu, nesta segunda-feira (22), 52 lotes de medicamentos das empresas Brainfarma Indústria Química, que teve dois produtos suspensos, e da Cosmed Indústria de Cosméticos e Medicamento, responsável por um medicamento proibido pela agência. Os produtos interditados da Cosmed também são fabricados pela Brainfarma, responsável pela linha de produção dos medicamentos.

Os produtos interditados são Colírio Neo Brasil (38 lotes), Gastrol TC suspensão oral (9 lotes), Bisuisan pó oral (4 lotes) e Bisuisan granulado simples (1 lote). Os lotes foram suspensos por conta de avaliação da própria Brainfarma, que identificou desvio em inspeção para investigar boas práticas do laboratório de controle de qualidade.

Produto para micose

A Anvisa também determinou proibição do produto Clear Plus Solução Antimicótica – para unhas (micose) de 10ml. A solução é comercializada de forma irregular pela fabricante, a empresa Jose de Brito Daniel, que não possui cadastro ou autorização de funcionamento.

A agência proibiu o comércio, divulgação, distribuição e uso do medicamento clandestino em todo o território nacional. Além disso, foi determinada a apreensão e inutilização de todas as unidades disponíveis no mercado.

Fonte: Portal Brasil, com informações da Anvisa

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: