AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

STF decide sobre restrição de sangue doado por homossexuais

Ação foi requisitada pelo Partido Socialista Brasileiro por considerar a norma descriminatória

O Supremo Tribunal Federal deve julgar nesta quinta-feira(19) ação que questiona o impedimento imposto por uma portaria do Ministério da Saúde, que proíbe a doação de sangue por homens gays.

Após a polêmica tentativa de tratar a homosexualidade como doença, o Ministério da Saúde deve retirar da lista de proibições para doação de sangue a orientação sexual exposta pelo possível doador.

Anteriormente, homens que tivessem relação com outros homens estavam impossibilitados de realizar trasfusão de sangue; a alegação de que esse grupo tem um risco maior na transmissão do virus HIV foi considerada descriminatória pelo Partido Socialista Brasileiro, que entrou com uma ação direta para suspender essa regra.

De acordo com o movimento, a anulação não afetará negativamente a coleta de sangue. O quesito para doação passaria a ser o comportamento sexual, diminuindo a descriminação e criando novas possibilidades de doação.

Veja íntegra no Diário de Pernambuco

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: