Vai viajar para o Rio de Janeiro e precisa alugar um carro? Leia nossas dicas!

Olá, você decidiu passar o final de semana na cidade maravilhosa e precisa se orientar quanto ao aluguel de carros no Rio de janeiro, não deve decidir nada sem conferir nossas dicas de viagem.

No artigo de hoje, vamos compartilhar dicas para que as questões mais comuns sejam esclarecidas e a resposta para a pergunta ‘devo alugar um carro’ seja, sem dúvidas, “sim!”.

1. Taxas

Fique atento às taxas que podem ser cobradas à parte pela locadora. Por exemplo, no que se refere ao combustível, sempre que você devolve o automóvel com o nível menor do que quando o veículo foi retirado da locadora, é cobrada uma taxa adicional. Por isso, o melhor é alugar o carro sempre com o tanque cheio para não ter nenhuma surpresa na hora da entrega.

2. Os preços não são iguais

Não é difícil querer procurar uma locadora mais por causa do nome ou da fama no mercado. De fato, entre as mais famosas, a Decolar, tem promoções mais do que interessantes, mas nem todas funcionam da mesma forma. Então, dê uma pesquisada pela internet e verifique qual é a mais conveniente para você.

3. Documentação Exigida

A CNH nacional pode ser usada na hora de dirigir em mais de 130 países. Caso o cliente tenha menos de 21 anos, a carteira de habilitação só é aceita se for a definitiva, com dois anos de duração. Na hora de sair do Brasil, se o destino for algum país da América do Sul, também é exigido um seguro para cobertura de terceiros, chamado Carta Verde.

4. Alugar um carro em uma cidade e devolve em outra é possível?

Sempre que a empresa escolhida tenha filiais em outras localidades, sim. Por exemplo, a Decolar possui uma vasta cobertura de unidades no Brasil e no mundo, com mais de 1000 agências, presentes em 42 países. Este é um diferencial quando se busca liberdade na hora de entregar o veículo.

5. O que a diária inclui e não inclui?

Dependendo do automóvel escolhido e do tipo de plano, os serviços e coberturas incluídos podem variar. Por exemplo, você pode alugar o carro sem seguro, ainda que esta alternativa não seja muito aconselhável. Alguns itens também são cobrados à parte, como as cadeirinhas para bebês, GPS, dentre outros.

* Fique atento sobre as modalidades de distância percorrida. Há preços diferentes para quilometragem livre e para a quilometragem controlada.

6. Se o carro quebrar, é problema meu?

Sempre que você alugar um carro e tiver algum problema mecânico ou elétrico, deve imediatamente entrar em contato com o atendimento da locadora e informar o inconveniente. A maioria das empresas de aluguel de veículos mandam um guincho ou profissional para revisar o carro.

Agora que está bem informado, boa viagem e aproveite!

Deixe uma resposta