Cientistas fabricarão abelhas robôs para a exploração de Marte

Projeto utilizará insetos robóticos para coletar informações do Planeta Vermelho

O céu de Marte pode ficar muito mais movimentado em um futuro nem tão distante. Isso se depender de um time de pesquisadores da Universidade de Huntsville, no estado norte-americano do Alabama. Explorar os 144 milhões de quilômetros quadrados da superfície e nosso planeta vizinho não é fácil. É cerca de 100 milhões de quilômetros quadrados a mais que todos os continentes terrestres somados. Percorrer tudo isso com uma sonda, como a Curiosity, com velocidade de 0,14 km/h levaria uma eternidade. Muito mais prático fazer pelos ares, com a ajuda de abelhas-robôs.

Pesquisando melhores formas de voar na rarefeita atmosfera marciana, os cientistas encontraram nos insetos a inspiração para desenvolver um mecanismo que tivesse um desenho que favorecesse a aerodinâmica com um baixo consumo de energia. Com testes em modelos que simulam as condições locais, chegaram a um robô com o tamanho de uma abelha e asas de cigarra.

Veja mais no site Galileu

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.