A ponta do iceberg’: cientista revela verdade assustadora sobre Google vigiando e-mails

The Wall Street Journal (WSJ) revelou em seu artigo de segunda-feira (2), que o Google está permitindo a terceiros, bem como a seus funcionários, o acesso a mensagens privadas de usuários do Gmail, apesar de promessas de 2017 de acabar com a prática. Porém, o analista americano afirma que este relatório é apenas a ponta do iceberg.

De acordo com o artigo do jornal estadunidense, entre os usuários do Google, cujos e-mails são lidos com muita frequência, estão os que se subscreveram aos “serviços baseados em e-mail” que oferecem “comparação de preços de shopping” e “planejadores automáticos de itinerário de viagens”, relatou o Business Insider.

No entanto, o psicólogo sênior do Instituto de Pesquisa e Tecnologia Comportamental dos EUA, Dr. Robert Epstein, acredita que o assunto é muito maior do que revelou o WSJ em seu artigo.
“O problema com o Google é que […] ao menos centenas de funcionários da empresa, para fazer seu trabalho, precisam ter acesso total a nossos perfis, incluindo todos os e-mails”, disse o psicólogo à Sputnik Internacional. “Esse problema é enorme, vai muito além do que está no WSJ”.

Além disso, apontou Epstein, os usuários não sabem realmente como o conteúdo de seus e-mails e outras informações são coletados sobre eles.

Saiba mais no Sputnik Brasil

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: