Aposentado pode pedir revisão de benefício sem gastar dinheiro

Segurados devem entrar com ação nos Juizados Especiais Federais ou procurar a Defensoria Pública

Rio – Os aposentados e pensionistas do INSS que encontraram alguma inconsistência no valor do benefício, ou desconfiam que recebem menos do que deveriam, podem – e devem – segundo especialistas – pedir a revisão no benefício. Para “correr atrás do prejuízo”, o segurado não precisa desembolsar dinheiro. Existem três formas para fazer os pedidos de forma gratuita: a primeira, via requerimento administrativo no próprio instituto, ou então procurar os Juizados Especiais Federais ou ainda a Defensoria Pública da União (DPU).

“Mas para ter sucesso é preciso que o segurado prepare um pedido bem feito e reúna o máximo de documentos que comprovem o direito à revisão, como carta de concessão, memória de calculo do benefício, entre outros”, informa Adriane Bramante, presidente do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário (IBDP).

Vale ressaltar que o INSS é o primeiro caminho que o segurado tem para tentar revisar o benefício. Somente em caso de negativa do instituto, ele deve procurar o Juizado Especial Federal ou a Defensoria Pública da União.

Veja mais no site O Dia

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.