NASA detecta enorme ‘muralha’ de hidrogênio ao redor do Sistema Solar

Educa

A sonda espacial New Horizons, lançada pela NASA em 2006, está se aproximando da fronteira do nosso Sistema Solar e agora já se encontra à distância de mais de 6,5 bilhões de quilômetros da Terra.

A espaçonave detectou uma enorme “muralha” aparentemente composta por hidrogênio na zona onde termina o raio de alcance do nosso Sol, relata o portal Gizmodo. Outra sonda espacial, a Voyager, já passou por essa área há cerca de três décadas e fez observações semelhantes. A nova sonda oferece mais informações sobre essa “fronteira”.

Assim, o Sol emite partículas carregadas que, ao entrar em contato com partículas de hidrogênio entre os planetas, faz com que elas emitam luz ultravioleta. Com o tempo, a velocidade dessas partículas solares diminui ao enfrentar o espaço interestelar.

Como consequência, as partículas solares se acumulam nessa fronteira convencional, onde elas se aquecem, se comprimem e mudam seu campo magnético. É assim que a “muralha de hidrogênio” se ilumina.

Veja mais no site Sputinik Brasil

Amazônia Brasil Rádio Web ao vivo!

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.