Educa

Projeto desenvolvido no SESI Amapá estimula os alunos a se conhecer melhor

Macapá – Alunos do Ensino Fundamental da Escola do Serviço Social da Indústria (SESI) Amapá participam de um projeto piloto, denominado Arte e Sentimento, cujo objetivo é elaborar questões que acontecem no cotidiano por meio de expressões artísticas. A ação é vinculada ao Núcleo de Educação inclusiva (NEI) da instituição.

Segundo a psicopedagoga do SESI, Aline Barboza, as atividades são realizadas em um ambiente acolhedor, aonde os professores são orientados a dialogar sobre seus sentimentos e reações.  “Percebemos que alguns alunos com e sem necessidades educacionais especificas mudam de comportamento ao longo do ano escolar e passam a se portar de maneira diferente de sua natureza. Nosso intuito é minimizar casos de depressão e bullying, além disso, promovemos um espaço inclusivo, estimulando a interação”, frisou Aline.

A professora de Artes, Cirley Leandra, ressaltou que são utilizadas técnicas da Arteterapia, atreladas aos conteúdos das disciplinas de Artes e Ciências. “O projeto trabalha com os seguintes eixos: Combate a depressão e bullying; Estimulação multissensorial; Desenvolvimento de habilidades artísticas; Aquisição de saberes e Inclusão da pessoa com limitações”, pontuou.

O “Arte e Sentimento” proporciona também, uma experiência multissensorial aos alunos, uma vez que eles podem se expressar de diversas maneiras como, por meio  da pintura, escultura e dança. “Alguns adolescentes têm dificuldade de falar sobre o que sentem e isso resulta em problemas de relacionamento e convívio social. Estamos conseguindo que eles se conheçam melhor e se abram conosco que só queremos ajudar”, ressaltou o professor do atendimento educacional especializado Uisllei Costa.

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: