Educa

Grávidas e crianças menores de seis anos começam a receber vacina contra gripe

A Prefeitura de Macapá iniciou nesta quarta-feira, 10, mais uma edição da campanha de vacinação contra o vírus influenza, causador da gripe. Gestantes e crianças de seis meses a menores de seis anos são os primeiros a receber a vacina. Eles têm até 19 de abril para procurar a unidade de saúde mais próxima. Este ano, o Município tem como meta imunizar 99.989 pessoas que compõem os grupos prioritários, de acordo com o cronograma estipulado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

“Nosso maior público é o das crianças, com pouco mais de 46 mil para ser vacinadas, e gestantes, com 7 mil. Por isso, a necessidade de duas semanas para a vacinação desse público, que deve procurar as salas de vacina munidos da caderneta de vacinação”, explica a coordenadora de Imunização, Jorsette Cantuária.

Para as crianças, paralelo a vacinação da gripe, os profissionais farão a atualização da carteira, verificando se há vacinas atrasadas. “Nesta edição, a criançada tem um cuidado maior por ser mais suscetível a alguma enfermidade. Ao apresentarem a carteira de vacinação, a equipe irá avaliar para que as vacinas atrasadas sejam atualizadas, uma maneira de aumentar a prevenção de doenças nesse público”, comentou a secretária de Saúde, Silvana Vedovelli.

Além de grávidas e crianças, também fazem parte do grupo prioritário puérperas, portadores de doenças crônicas, indivíduos imunossuprimidos, trabalhador da Saúde, povos indígenas, indivíduos com 60 anos ou mais, professores de escolas públicas e privadas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional. As salas de vacina funcionam das 8h às 17h, sem interrupções.

Confira o cronograma:

10 a 19 de abril – crianças de 6 meses a menores de seis anos e gestantes;

22 a 26 de abril – trabalhadores da saúde; puérperas;

29 de abril a 03 de maio – indivíduos com 60 anos ou mais; povos indígenas;

04 de maio – Dia D de Mobilização Nacional;

06 a 10 de maio – professores;

13 a 17 de maio – portadores de doenças crônicas;

20 a 24 de maio – profissionais do sistema prisional, população privada de liberdade;

27 a 31 de maio – adolescentes de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas.

Jamile Moreira

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: