Educa

Concurso público da Polícia Militar do Tocantins é cancelado por evidências de fraude

A Polícia Militar do Tocantins anunciou, nessa terça-feira (16), a decisão de cancelar concurso público após evidências de fraude.

A quebra de sigilo e da segurança de envelopes teria sido comprovada por uma perícia realizada no município de Arraias e ainda está sob investigação em outras cidades.

O contrato com a empresa responsável pela seleção foi rescindido de forma unilateral pela Polícia Militar do Tocantins. O concurso selecionaria candidatos para o Curso de Formação de Soldado e Curso de Formação de Oficiais. Foram ofertadas 1.000 vagas para soldados e 40 para oficiais.

Cerca de 87 mil pessoas se inscreveram para o processo seletivo. As provas foram aplicadas no mês de março do ano passado em 17 municípios do Tocantins. 

As denúncias de irregularidade levaram a Justiça estadual a suspender o concurso logo após as provas. Investigação da Polícia Civil indica a existência de um grupo responsável pela fraude, composto por integrantes de diferentes estados.

O Ministério Público estadual já denunciou 19 pessoas por associação criminosa.

O governo do Tocantins afirma que vai devolver o dinheiro da taxa de inscrição para os candidatos e organizar novo processo seletivo, ainda sem data prevista.

EBC

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.