Educa

Feira é opção de lazer com acesso liberado para os pets

Educa

Quem possui animal de estimação em algum momento já teve que lidar com a difícil decisão de deixar de ir a algum lugar porque o espaço não permitia a entrada de pets. Porém, essa realidade vem mudando no Brasil. Em 2018, o setor pet movimentou mais de R$ 20 bilhões, colocando o país no posto de segundo maior mercado global de produtos da área, segundo relatório da Euromonitor. Não à toa, está se tornando comum encontrar opções de estabelecimentos pet friendly, ou seja, amigáveis à presença de animais de estimação.

Em Manaus, já é possível frequentar restaurantes, cafeterias, hotéis e até mesmo feiras que aceitam e incentivam os clientes a levarem seus pets. Um exemplo é a Feira da Fundação Amazonas Sustentável (FAS), que ocorre mensalmente, na sede da instituição, localizada na Rua Álvaro Braga, 351, no Parque Dez.

O evento tem a proposta de incentivar a economia criativa e o desenvolvimento sustentável, além de ser uma opção de lazer gratuita para a população. A próxima edição está marcada para o dia 19 de maio e promete reunir diversos donos de pets que aproveitam o espaço para desfrutar de um tempo agradável na companhia dos seus “amiguinhos”.

“A feira sempre foi aberta aos animais, ainda assim, víamos o receio de alguns donos ao entrar no evento, pois ainda é uma cultura nova na cidade. Por isso, nas últimas edições, passamos a divulgar essa informação de maneira mais efetiva e vimos um crescimento potencial desse público. Em todos os espaços da feira, é possível observar a presença dos pets”, explica o mobilizador social da FAS e um dos coordenadores do evento, Cleber Santos.

O aumento do número de visitantes acompanhados de animais de estimação também estimulou a coordenação da feira a pensar em iniciativas voltadas para a área. “Estamos planejando criar um espaço exclusivo dedicado aos pets e conversando com algumas ONGs representantes da causa animal para participar da feira”, antecipa Santos.

A área de exposição do evento já reúne atualmente alguns expositores de produtos para os clientes de quatro patas, como o Linda’s Arte com Amor, o Pynnus Móveis de Madeira e Pallets, o Mimos da Beca e o Auri&Nanny Ateliê. Os itens à venda vão desde caminhas, comedouros, bonés, vestidos, coletes, bandanas, peitorais e guias, até chaveiros feitos a mão em formato de cachorros, gatos e outros.

A Feira da FAS também tem sido lar do projeto “Panelão do Amor”, que atua levando comida e assistência veterinária para animais de rua na capital amazonense. A renda que mantém as ações do projeto é fruto da comercialização de biscoitos, brigadeiros, cupcakes, sorvetes, entre outros petiscos para pets, durante o evento. “Assim como a alimentação que levamos para os cachorros e gatos que atendemos, os produtos vendidos na feira são preparados sob a supervisão de um veterinário, de forma artesanal e com ingredientes totalmente naturais, garantindo a saúde e bem-estar dos animais. Os lucros das vendas são revertidos para a compra dos materiais e para custear as ações que realizamos nas ruas”, afirma a coordenadora da iniciativa, Dária Passos.

Além dos expositores de produtos pet, o evento reúne empreendimentos de artesanato, moda, design, decoração, jardinagem, artigos naturais, livros, colecionáveis, roupas, acessórios, produtos gastronômicos, orgânicos, veganos, entre outros. A programação ainda oferece aula de yoga, sessões de massoterapia chinesa (Tui Na), aula de ritmos, quadra de areia liberada para a prática de esportes, espaço com jogos eletrônicos e de mesa, brincadeiras e atividades lúdicas de educação ambiental para crianças, entre outras opções de lazer.

Quem deseja visitar a próxima edição da feira e aproveitar para levar o pet precisa ficar atento às regras básicas de segurança e boa convivência, como o uso de guias, não deixar o animal desacompanhado e, caso ele faça suas necessidades, estar preparado para recolher.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.