Educa

Restaurante Popular retorna às suas atividades

O Restaurante Popular Ibrahim Ferreira Dias retornou às atividades normais nesta terça-feira, 14. Com isso, a Prefeitura de Macapá volta a oferecer uma alimentação de qualidade à população a um preço acessível de R$ 3,50. O restaurante funcionará de segunda a sexta-feira, das 11h30 às 14h. O espaço passou por reformas, adequações, além da mudança de empresa que presta o serviço de alimentação.

Quem acompanhou de perto a reabertura foi o prefeito Clécio Luís. Além de experimentar o novo cardápio, ressaltou que a comida é barata e de qualidade. “Valeu a pena esperar esse tempo para reabrir o restaurante com uma nova cara. Essa obra era emblemática, pois tinha ficado há 10 anos paralisada e nós retomamos e foi uma experiência nova. Afinal, nunca tínhamos trabalhado com oferta de alimentação. Agora, mais experientes, ele está sendo reaberto para a população, onde cada prato sai ao valor de R$ 3,50, e o Município arca com o restante do valor. E podem observar que é uma refeição que em outros lugares poderia chegar ao valor de R$ 15,00 a R$ 20,00”, disse o gestor municipal.

A nova empresa contratada, R. Nutry, irá atuar em regime emergencial, por 180 dias, período em que a Secretaria Municipal de Assistência Social e do Trabalho (Semast) finalizará o novo processo de licitação. Antônio Moraes trabalha em um estabelecimento próximo ao Restaurante Popular e disse que o espaço estava fazendo falta. “Quando o restaurante fechou, tive que ir comer em outro local e o mais barato que achei foi a R$ 5,00, e mesmo assim pesava muito no bolso. Agora, posso economizar mais um pouco e ainda comer em um lugar confortável”, contou o vendedor. São oferecidas duzentas refeições diárias. A prefeitura arca com 70% do total, ficando para o usuário arcar com 30% do valor da refeição.

Um show com Nitai Santana abrilhantou o evento de reabertura.

Adryany Magalhães

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.