Educa

Seu cão está com dificuldade para respirar? Saiba o que fazer

Donos de cães devem sempre estar atentos a saúde dos seus animais, principalmente em épocas com maior propenção a enfermidades, como o inverno. O frio acaba levando ao surgimento de diversas doenças respiratórias e é preciso ficar atento se o cachorro não está com dificuldade para respirar.

Vírus, fungos, bactérias ou protozoários são alguns dos causadores dessas enfermidades, e eles podem gerar males bem simples, como alergias e resfriados, mas também graves, como asma e pneumonia. Então, se o pet sempre respirou normal e, de repente, começou a ter dificuldade para respirar , fique atento, pois ele precisa ser tratado.

omo identificar?

Primeiramente, o principal sintoma é a dificuldade para respirar. Puxar ar para os pulmões é um grande trabalho para o animal. Esse esforço pode deixá-lo ofegante, sem nem ter praticado exercícios e causar vômitos constantes. Preste atenção em quantas vezes o cão inspira o ar.

Outros sintomas são espirros, tosses, corrimento nasal, respiração curta e rápida, sibilo (chiado ao respirar), febre, latidos roucos, cianose (mucosas arroxeadas), desidratação e perda de apetite. Fique atento para esse quadro não evoluir para uma doença respiratória mais grave.

Veja mais no Canal do Pet – iG

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: