Aplicativo para espionar amigos gera polêmica no Instagram

Educa

Disponível para iPhone (iOS), app Like Patrol retoma os recursos da extinta aba “Seguindo” e viola política de coleta de dados do Instagram

Ana Letícia Loubak

O aplicativo Like Patrol promete reviver um recurso recém-extinto no Instagram e mostrar o que os amigos estão curtindo na rede social. Para a alegria dos stalkers, o app faz uma verdadeira patrulha e mostra não apenas os likes e perfis que o usuário seguiu, mas também um ranking com os maiores fãs da pessoa espionada. Disponível para iPhone (iOS), o Like Patrol tem causado polêmica por trazer recursos que o assemelham a stalkerwares, softwares espiões criados para monitorar a vida de um alvo específico.

Em outubro, o Instagram removeu a aba “Seguindo”, que mostrava a atividade dos seguidores. Desde que o recurso foi extinto, não é mais possível visualizar curtidas em fotos e comentários, bem como os usuários que a pessoa seguiu. Lançada em 2011 para facilitar a descoberta de novos conteúdos, a aba ficou obsoleta com a chegada da seção “Explorar” e passou a ser usada principalmente para stalking.

O Like Patrol não apenas busca trazer de volta a vigilância no Instagram, como também quer amplificá-la. “Pense na extinta aba ‘Seguindo’, mas com esteroides”, disse Sergio Luis Quintero, fundador do aplicativo, em e-mail enviado à redação do site CNET. Além de retomar as informações exibidas pela aba, o app fornece a média de likes que o usuário recebe por post e um Top 5 com as pessoas que mais curtem as publicações do amigo espionado.

Em seu site oficial, o Like Patrol estimula os membros do Instagram a vigiar parceiros e parceiras. “Cara novo? Garota nova? O que eles estão fazendo no Instagram? Com o Like Patrol, você pode ver cada post que eles gostam”, escrevem os desenvolvedores do aplicativo, que está disponível na App Store desde julho. O app divide as informações por gênero e ainda afirma ter um algoritmo capaz de apontar quando o usuário gosta de publicações de pessoas atraentes.

Veja mais no site Techtudo

Amazônia Brasil Rádio Web ao vivo!

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.