Empreendedores do Mercado Central têm até esta sexta (6) para realizar formalização

Educa

Ao todo 52 empreendedores precisam se formalizar junto ao Sebrae no Amapá para garantir o espaço de comercialização no Mercado Central

 

Marcia Fonseca

Macapá recebe nos próximos dias o novo Mercado Central.  Entre as novidades está a ampliação do espaço de comercialização. Uma parceria entre o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Amapá (Sebrae) e Prefeitura Municipal de Macapá (PMM), realiza a formalização de 52 empreendedores como garantia de atuação dentro do local.

“O Sebrae tem o papel de promover a sensibilização e a formalização para que exista o crescimento de novos empreendedores. Estamos muito felizes em saber que a Prefeitura entendeu a importância deste processo, quando espaços públicos estão sendo reinaugurados e envolvem empreendedores, que precisam estar formalizados e assim, serem beneficiados com tudo o que nós disponibilizamos”, ressaltou a diretora técnica do Sebrae no Amapá, Marciane Santo.

Formalização

A formalização do Microempreendedor Individual (MEI), permite o acesso ao Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), facilita a abertura de conta bancária, pedido de empréstimos, auxílio maternidade, auxílio doença e aposentadoria, entre outros benefícios.

Atendimento

O atendimento segue até esta sexta-feira (6), das 9h às 14h, ao lado do Mercado Central, na Avenida Antônio Coelho de Carvalho, no Centro de Macapá, na estrutura da Unidade Móvel do Sebrae e na Sede da instituição em Macapá, localizada na Avenida Ernestino Borges, 740, no Laguinho.

Para se tornar MEI o empreendedor precisa apresentar original e cópia dos documentos de RG, CPF, comprovante de endereço e título de eleitor.  “Cerca de 90% dos empreendedores já compareceram ao Sebrae. O processo é realizado em menos de 1h, onde já sai formalizado, com CNPJ emitido e alvará provisório de funcionamento”, explicou o analista de negócios da Unidade de Atendimento Individual do Sebrae no Amapá (UAI), Erick Dias.

Parceria

Uma emenda parlamentar do senador Randolfe Rodrigues, no valor de R$ 310 mil, garante ao Sebrae, capacitações permanentes a empreendedores do Mercado Central, nos próximos 24 meses, com projetos que deverão ser encaminhadas junto ao Instituto Municipal de Turismo (MacapaTur).

“Formatamos um projeto no qual firmamos a parceria para nos próximos 24 meses, acompanharmos os empreendedores para que possam amadurecer e potencializar as vendas, por meio das capacitações. Estaremos viabilizando o kit de boas práticas para todos os empreendedores e uma programação de capacitação permanente e contínua”, garantiu Marciane Santo.

Amazônia Brasil Rádio Web ao vivo!

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.