Mil e quinhentas vozes encantam e emocionam o público na 7ª Cantata Natalina da Prefeitura de Macapá

Mil e quinhentas vozes emocionaram, contagiaram e levaram alegria ao público que lotou a 7ª Cantata Natalina da Prefeitura de Macapá na noite desta quinta-feira, 12, realizada às margens do majestoso rio Amazonas. Com o tema “É Tempo de Celebrar”, o maior coral infanto-juvenil de alunos do Brasil da rede municipal de ensino de Macapá fez bonito mostrando o espírito do Natal, tempo de renovação, esperança de amor e mensagens de reflexão para a população macapaense.

O espetáculo contou com 1.500 crianças, de 53 escolas, dentre as quais quatro de educação infantil, três do campo, fundamentais e quatro novas escolas criadas este ano pelo Município, que formaram o imenso coral. As escolas Erídio Rocha, Maria Celes Coutinho, Izabel Negrão, Raimundo Guedes e Sandra Tolosa participaram pela primeira vez da cantata.

Fotos: Max Renê / Gabriel Flores

As amigas do 4ª ano da Escola Municipal Guita, Eduarda Brito e Nataly Guimarães, de 10 anos, estavam ansiosas e com aquele famoso frio na barriga de quem iria integrar pela primeira vez a cantata. “Estou muito feliz, ensaiei, e vou dançar Marabaixo, representando a nossa cultura. É a primeira vez que participo, estou com um frio na barriga de emoção”, disse Eduarda. Com sorrisão estampado e com a sensação idêntica da colega de turma, Nataly não segurou e falou que era um dos dias mais felizes de sua vida. “Estou muito feliz, quero subir ali para cantar e dançar com todo mundo, é um dos dias mais alegres e felizes que estou vivendo”, contou.

Criada em 2013 pelo prefeito Clécio, no primeiro ano de sua gestão, a cantata está no seu sétimo ano e se tornou um dos maiores eventos do calendário cultural do Município de Macapá, sendo coordenada e executada pela Secretaria Municipal de Educação (Semed). Para o prefeito, que acompanhou todo o espetáculo juntinho das crianças e dos pais, disse que a cantata é pura emoção e resultado de um lindo trabalho.

“Vocês não têm ideia da emoção de ver crianças, pais, professores, técnicos da Semed dando o seu melhor aqui na nossa sétima Cantata Natalina. Eu quero agradecer a Deus em primeiro lugar. Este ano, tivemos alegrias, tristezas, mas muita coisa boa. Encerrar o ano letivo da educação com essa cantata, para nós, significa fechar o ano com bênçãos e vitórias. Esse coral é o mais bonito do Amapá, do Brasil e do mundo. Todos se envolvem, e o resultado é esse coroamento aqui, lotado de gente que canta junto mensagens de amor e renovação. Agradeço imensamente a cada pessoa que veio assistir, a cada pai e a cada mãe que veio incentivar seu filho ou filha”, enfatizou o prefeito de Macapá, Clécio Luís.

A cantata foi cheia de simbolismo e uma viagem pela cultura, tradições e folclore amapaense. A cantiga de roda “Atirei o pau no gato” ganhou uma versão diferente, com os versos “Não atire o pau no gato, não maltrate os animais”. As crianças deram o recado mostrando que os animais precisam ser amados e respeitados.

“Vem que está chegando o Natal. Vem que está chegando o Natal. Pois nasceu Jesus, o Salvador”. Este foi o hit famoso que embalou os pais, alunos, professores, durante o encerramento das apresentações, que em 2020 pretende repetir o sucesso. Pelo segundo ano consecutivo, artistas amapaenses cantaram junto com as crianças (Brenda Melo, Ariel Moura, Hanna Paulino, Amadeu Cavalcante, Carlitão da Banda Placa) e deram um brilho especial às apresentações.

Lilian Monteiro

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: