AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Prefeitura entrega novo Mercado Central ampliado e revitalizado à população de Macapá

Ampliado e totalmente revitalizado. Assim a Prefeitura de Macapá entregou o novo Mercado Central à população, nesta quinta-feira, 16. Com recursos oriundos de emenda parlamentar do senador Randolfe Rodrigues, no valor de R$ 2,5 milhões, e mais R$ 1,2 milhão de contrapartida do Município, o espaço traz o conceito moderno e representa um grande resgate histórico e cultural da cidade, o que irá contribuir para o desenvolvimento econômico local com a geração de novos empregos, o aumento do comércio, do turismo e do lazer.

Para o prefeito de Macapá, Clécio Luís, essa entrega é mais do que significativa, é devolver um símbolo histórico, cultural e econômico à população. “Quero agradecer ao senador Randolfe, que, logo quando assumimos o primeiro mandato, colocou essa emenda que tornou possível a reabertura desse espaço que é um símbolo de nossa cidade, onde parte da sua história foi escrita. É uma obra fantástica, que mantém as tradições e, ao mesmo tempo, moderniza um equipamento público que é muito mais que um prédio, é um marco na nossa gestão, realmente um resgate da nossa história”, enfatizou.

Clécio ressaltou ainda que o mercado foi o primeiro shopping da capital. “Encontrávamos de tudo no mercado e ainda encontramos, como os sapateiros, ourivesaria, alfaiataria, uma série de diversidades de produtos, assim como a variedade de cardápios. Meu muito obrigado a todos os empreendedores do nosso mercado, que seguraram alguns momentos difíceis, mas ficaram firmes, acreditando no nosso trabalho, e hoje devolvemos essa obra prima que carrega nossa identidade e memória”, agradeceu.

Fotos: Max Renê / Henrique Silveira

O autor da emenda, senador Randolfe Rodrigues, disse que se comprometeu com essa obra. “Me comprometi a trabalhar para que todos sentissem orgulho do nosso lugar, e o trabalho tem gerado bons resultados: praças, UBS’s, investimentos na educação e recuperação da nossa identidade. Assim, hoje, entregamos o nosso novo Mercado Central, um compromisso que assumi em 2012 com Clécio e com vocês, que trabalham aqui há anos. Este sonho é liderado por vocês, empreendedores. É um monumento de cultura e memória”.

“Já temos o projeto para a segunda etapa de revitalização do mercado, fruto também de nossa emenda, no valor de R$ 1,3 milhão, que entrará em processo de análise. Além disso, também destinamos recursos para a capacitação dos trabalhadores deste espaço e ainda o Festival de Samba e Chorinho, que acontecerá logo mais aqui neste lugar”, informou o senador Randolfe.

O presidente do Congresso Nacional, senador Davi Alcolumbre, disse que essa data é especial. “Estamos felizes. Entregar obras é fazer benfeitorias em prol do Amapá. Temos dado muitas notícias boas ao nosso povo. O mercado é especial para todos nós. Outra, é que o Shopping Popular sairá do papel. Por meio de nossa articulação, saíra um projeto muito bonito, assim como temos trabalhado, incansavelmente, pelo nosso estado e pelo Brasil”, contou.

Falar de mercado é contar a história de quem o viu e o ajudou a nascer. Como relata Luiz Gonzaga Nery, atual proprietário do famoso “Bar Du Pedro”, point etílico tradicional da cidade e o estabelecimento mais antigo do local. “Sou nascido e criado neste bar. Vi a cidade inteira crescer, e a memória mais viva que tenho é do Mercado Central lotado e meu pai conversando com os clientes. O prefeito Clécio abraçou essa demanda e hoje vemos a realidade. Só tenho a agradecer a todos os empreendedores, pois fomos guerreiros. Quero conversar com todos e integrar a questão ambiental para que este espaço seja conservado”, comemorou.

Nova estrutura

O mercado mantém a sua arquitetura colonial e conta hoje com 63 boxes, sendo 21 quiosques com divisórias em vidro e mais 3 ilhas na área térrea, 24 no espaço superior (mezanino) e 15 boxes no entorno. O ponto turístico tem espaço para shows, elevador de acessibilidade, novas escadas, telhado termo acústico, piso em porcelanato e, na parte externa, calçadas por toda a área do entorno, além de um espaço de jardim na entrada. O horário de funcionamento é de domingo a domingo, das 6h às 20h.

Histórico

Construído no governo de Janary Gentil Nunes e inaugurado no dia 13 de setembro de 1953, o Mercado Central foi considerado espaço de compras de alimentos e de encontros das famílias amapaenses por muito tempo. No local, diversas histórias trazem a memória desse sexagenário monumento, composto de nativos e imigrantes que deram início à expansão da atividade comercial no estado. Entre as lembranças dos primeiros empreendimentos estão os famosos Bar Du Pedro, Clip Bar, Banca de Revistas Cinelândia, Mercearia do Chaquib, Sapataria do Irmão, Sapataria Chic, Ervanaria Amazônia, o Salão Latino Americano, Farmácia Droga Norte, entre tantos outros.

Identidade visual

O espaço ganhou obras em tons vibrantes que retratam alguns dos símbolos da cultura local, como o Marabaixo e o batuque. Painéis expostos nas áreas interna e externa do novo Mercado Central abrilhantaram ainda mais um dos cartões postais mais bonitos da cidade. O artista amapaense Ralfe Braga é reconhecido internacionalmente e assinou toda identidade do local. Suas artes são cheias de energia e tonalidades exuberantes. Segundo ele, as obras dentro e fora são inspirações que refletem exatamente as questões históricas e estéticas do local, que trazem as cores vivas da Amazônia.

Iluminação cênica com mais de 250 cores

 

O Mercado Central tem iluminação cênica com 10 projetores que reproduzem 256 cores diferentes na entrada. Nas avenidas Henrique Galúcio, Antônio Coelho de Carvalho e ruas Cândido Mendes e São José foram recuperadas 11 luminárias com substituição de lâmpadas, braços e relés.

A cerimônia foi cheia de simbolismo, Marabaixo e muita gente lotou o espaço. E as portas do novo Mercado Central foram reabertas cheias de histórias, memórias e com mais possibilidades de novos capítulos a serem contados pela população de Macapá, que teve seu símbolo devolvido pela gestão municipal. A programação da noite terá muito samba e chorinho, uma volta triunfal de quem terá mais um motivo para comemorar os seus 67 em 13 de setembro de 2020. Participaram da cerimônia autoridades dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário e sociedade civil.

Lilian Monteiro

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: