Empresas de ônibus denunciam situação crítica na BR-156 próximo a Oiapoque

Continua crítica a situação no trecho norte da BR-156, no sentido Oiapoque – Macapá. De acordo com motoristas que trafegam no trecho, Oiapoque corre o risco de ficar novamente isolada – a exemplo do ano passo – se medidas de manutenção não forem tomadas.

Os trechos mais críticos são os quilômetros, 64, 69, 70, 78 e 80, já próximo a uma aldeia indígena.

Um ônibus da empresa Amazontur que saiu no sábado à noite de Oiapoque só chegou em Macapá na segunda de manhã. Outro da empresa Viação Santanense que saiu no domingo ás 19h só chegou na capital às 16h de segunda-feira.

O número de passageiros também caiu drasticamente. A mesma redução na frota imposta às linhas urbanas e metropolitana foram aplicadas nas linhas intermunicipais. De acordo com o empresário Ahrão Ohana, da empresa Viação Santanense, é comum os ônibus virem com 3 ou 4 passageiros em cada viagem, sendo que já ocorreu da empresa trazer apenas passageiros beneficiados pelas gratuidades, como idosos e policiais.

Há duas semanas, um ônibus que tentava atravessar um atoleiro no Km 65 saiu para fora da pista e ficou preso numa cratera. Os passageiros tiveram de ser transportados em outro ônibus.

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: